Cultura, estado e mercado: uma análise da representação de economia criativa no Anexo I do Plano da Secretaria da Economia Criativa

Aline Van Neutgem, Eloise Helena Livramento Dellagnelo

Resumo


Esse trabalho consistiu na análise de 12 artigos presentes no Anexo I do Plano da Secretaria da Economia Criativa, por meio da Análise Crítica do Discurso, de Fairclough (2001, 2003), e dos princípios de organizações isonômicas e fenonômicas, de Ramos (1981), com o objetivo de identificar a representação de economia criativa nesse corpus. De modo geral, embora haja ocorrências de uma perspectiva substantiva em relação ao tema, a ideia de organização predominante é a de empresa e há uma valorização das suas práticas e princípios como orientadores da economia criativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/pcr.v9i2.17639


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 4.0 Internacional.