Espaço empreendedor e empreendedores da cultura: notas sobre a transformação urbana da Zona Portuária do Rio de Janeiro

João Domingues, Mariana Albinati

Resumo


O artigo reflete sobre a relação entre empreendedorismo e cultura, tendo a cidade como lócus de discussão. O objetivo geral é perceber correlações entre a forma contemporânea de gestão urbana e as transformações do mundo do trabalho, onde a noção de empreendedorismo se mostra um valor central. O artigo procura analisar como o novo modelo de administração da cidade estimula valores empreendedores como essenciais à vida individual, encontrando no campo cultural ampla difusão na noção de “economia criativa” e “cidade criativa”. Deste patamar, acredita-se que a cidade do Rio de Janeiro, em especial sua Zona Portuária, seja um caso por excelência de como a reorganização capitalista do espaço promove uma série de políticas com imbricações entre o campo cultural e os valores empreendedores.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/pcr.v9i2.17628


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 4.0 Internacional.