INOVAÇÕES INCLUSIVAS EM REGIÕES PERIFÉRICAS: UM ESTUDO DO ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MANDIOCA NO AGRESTE ALAGOANO

José Francisco Oliveira de Amorim, Francisco José Peixoto Rosário, Natallya de Almeida Levino, Pauline Maria Reis Costa, Débora Cristina da Silva Lima

Resumo


A atividade de mandiocultura consiste em uma das atividades mais antigas ligadas a agricultura, no Brasil, impulsionada pelo Pará, Paraná, Bahia, Maranhão e São Paulo, produzindo 58% da produção nacional, segundo dados da Produção Agrícola Municipal (PAM/IBGE, 2018). Alagoas ocupa a 16ª posição no ranking nacional com 1% da produção, no Nordeste é o 5º em produção, com 6%, sempre acompanhado o aumento da produção e preços nacionais. O estudo buscou analisar os impactos das inovações inclusivas no APL de Mandiocultura em Alagoas, a partir das verificações iniciais, foi possível perceber que as inovações ocorridas, conforme níveis de inclusão apontados por Heeks et. al. (2013), seja do nível 1 ao nível 4, além da possibilidade de incremento na produção, dada a melhoria de novas variedades produtivas desenvolvidas pela EMBRAPA. Com isso, constata-se que o APL apresenta potencialidades, e potencialidades para o desenvolvimento de novos produtos, devido à melhoria dos cultivares.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Eduardo da Motta. Catching up no século XXI: construção combinada de sistemas de inovação e de bem-estar social. Crescimento econômico: estratégias e instituições. Rio de Janeiro: Ipea, p. 55-83, 2009.

AGARWAL, Nivedita et al. A systematic literature review of constraint-based innovations: state of the art and future perspectives. IEEE Transactions on Engineering Management, v. 64, n. 1, p. 3-15, 2017.

BRANDÃO, Thaysa Barbosa Cavalcante et al. Caracterização da qualidade da farinha de mandioca produzida no agreste alagoano. 2007. Acesso em: 03 de Jun. 2018. Disponível em: .

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional (SDR). Acesso em: 29 de Jun. 2018. Disponível em: .

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Diretrizes da Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior - PITCE 2003. Acesso em: 29 de Jun. 2018. Disponível em: .

CARVALHO, PAULO CÉSAR LEMOS DE. FUKUDA, WANIA MARIA GONÇALVES. CARDOSO, SUANE COUTINHO. COLEÇÃO DE CULTIVARES DE MANDIOCA (MANIHOT ESCULENTA CRANTZ) PARA CONSUMO “IN NATURA”. IN. QUEIROZ, MANOEL ABÍLIO DE. GOEDERT, CLARA OLIVEIRA. RAMOS, SEMÍRAMIS RABELO R. ED. RECURSOS GENÉTICOS E MELHORAMENTO DE PLANTAS PARA O NORDESTE BRASILEIRO. (ON-LINE). VERSÃO 1.0. PETROLINA-PE: EMBRAPA SEMI-ÁRIDO / BRASÍLIA-DF: EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA, NOV. 1999. ACESSO EM: 05 DE JUL. 2018. DISPONÍVEL EM: < HTTPS://WWW.EMBRAPA.BR/BUSCA-DE-PUBLICACOES/-/PUBLICACAO/153831/RECURSOS-GENETICOS-E-MELHORAMENTO-DE-PLANTAS-PARA-O-NORDESTE-BRASILEIRO>.

CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. M. M. O foco em arranjos produtivos e inovativos locais de micro e pequenas empresas. In: LASTRES, H. M. M. et al. (Ed.) Pequena empresa: cooperação e desenvolvimento local. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003. p. 21-34.

CASSIOLATO, J. E.; SZAPIRO, M. Uma caracterização de arranjos produtivos locais de micro e pequenas empresas. In: LASTRES, H. M. M; CASSIOLATO, J. E; MACIEL, M. L. (Org.). Pequena empresa: cooperação e desenvolvimento local. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003.

I. FUKUDA, WANIA MARIA GONÇALVES. CAVALCANTI, JOSIAS CAVALCANTI. FUKUDA, C. COSTA, IVO ROBERTO SIAS. VARIABILIDADE GENÉTICA E MELHORAMENTO DA MANDIOCA (MANIHOT ESCULENTA CRANTZ). IN. QUEIROZ, MANOEL ABÍLIO DE. GOEDERT, CLARA OLIVEIRA. RAMOS, SEMÍRAMIS RABELO R. ED. RECURSOS GENÉTICOS E MELHORAMENTO DE PLANTAS PARA O NORDESTE BRASILEIRO. (ON-LINE). VERSÃO 1.0. PETROLINA-PE: EMBRAPA SEMI-ÁRIDO / BRASÍLIA-DF: EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA, NOV. 1999. ACESSO EM: 05 DE JUL. 2018. DISPONÍVEL EM: < HTTPS://WWW.EMBRAPA.BR/BUSCA-DE-PUBLICACOES/-/PUBLICACAO/153831/RECURSOS-GENETICOS-E-MELHORAMENTO-DE-PLANTAS-PARA-O-NORDESTE-BRASILEIRO>.

Richard Heeks, Christopher Foster, Yanuar Nugroho. (2014) New models of inclusive innovation for development. Innovation and Development 4:2, pages 175-185.

HEIDEMANN, F. G. Do sonho do progresso às políticas de desenvolvimento. In: HEIDEMANN, F. G.; SALM, J. F. (Org.). Políticas públicas e desenvolvimento: bases epistemológicas e modelos de análise. Brasília: Ed. da UNB, 2009.

HEEKS, Richard et al. Inclusive innovation: definition, conceptualisation and future research priorities. IDPM Development Informatics Working Papers, 2013.

MEAD, L. M. “Public Policy: Vision, Potential, Limits”, Policy Currents, Fevereiro: 1-4. 1995.

PETERS, B. G. American Public Policy. Chatham, N.J.: Chatham House. 1986.

TEIXEIRA, Francisco. Políticas Públicas para o Desenvolvimento Regional e Local: o que podemos aprender com os arranjos produtivos locais (APLs)?. Organizações & Sociedade, v. 15, n. 46, p. 57-75, 2008.

SANTIAGO, Antonio Dias et al. Mandioca cultivada em Alagoas com dupla aptidão: raízes e folhas. In: Embrapa Tabuleiros Costeiros-Artigo em anais de congresso (ALICE). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA, 16.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE MANDIOCA, 2015, Foz do Iguaçu. Integração: segurança alimentar e geração de renda: anais. Foz do

TIRONI, Luana Fernandes. UHLMANN, Lilian Osmari. STRECK, Nereu Augusto. SAMBORANHA, Flávia Kaufmann. FREITAS, Charles Patrick de Oliveira de. SILVA, Michel Rocha da. Desempenho de cultivares de mandioca em ambiente subtropical. Bragantia, Campinas, v.74, n. 1, p.58-66, 2015. Acesso em: 05 de Jul. 2018. Disponível em: .

ZYLBERSZTAJN, Décio. Conceitos gerais, evolução e apresentação do sistema agroindustrial. In. ZYLBERSZTAJN, Décio; NEVES, Marcos Fava (org.). Economia &. Gestão dos Negócios Agroalimentares. São Paulo. Pioneira, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v12i2.27296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)