A RELAÇÃO ENTRE A INDÚSTRIA QUÍMICA E O SETOR DE BENS DE CONSUMO NÃO DURÁVEIS NO CONTEXTO DA ECONOMIA CIRCULAR

Aline Tavares, Suzana Borschiver, Tatiana Ferreira

Resumo


A Economia Circular se apresenta como um modelo de sustentabilidade, em que os resíduos se tornam novos recursos, mantendo a utilidade e o valor o máximo de ciclos possíveis. Com isso, este trabalho apresenta estudos de caso do setor de Bens de Consumo Não Duráveis relacionados à Economia Circular e à Indústria Química, identificados dentre 57 casos selecionados em uma busca descritiva e exploratória a nível mundial na plataforma de Estudos de Caso da Fundação Ellen MacArthur e outras fontes correlacionadas à Economia Circular nos últimos 10 anos. A partir da categorização proposta dos casos selecionados, foi possível identificar sinergia das ações circulares no ciclo técnico e reverso da Economia Circular e impactos mais concentrados no setor petroquímico e de transformados plásticos, a montante e a jusante da Indústria Química, devido ao incentivo de redesign das embalagens plásticas e a aplicação da logística reversa nesta cadeia produtiva. 


Palavras-chave


Economia Circular; Indústria Química; Bens de Consumo Não Duráveis.

Texto completo:

PDF

Referências


ABIQUIM. O Desempenho da Indústria Química Brasileira em 2016. 2016. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2017.

_________.Indicadores de Desempenho. 2015. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2017.

BORSCHIVER, S. Estudo do Impacto da Indústria Química na Economia atrvés do Sistema de Contas Nacionais. Tese de Doutorado, Escola de Química, UFRJ, Rio de Janeiro, 2002.

CAROCHO, M.; BARREIRO, M. F.; MORALES, P.; FERREIRA, I. C. F. R.. Adding molecules to food, pros and cons: A review on synthetic and natural food additives. Comprehensive Reviews in Food Science and Food Safety, v. 13, n. 4, p. 377–399, 2014.

COCA-COLA BRASIL. Coletivo Reciclagem: programa gera empoderamento, mais eficiência e renda para cooperados : The Coca-Cola Company. 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2018.

COCA-COLA BRASIL. Embalagens: como repensá-las sob a perspectiva da economia circular?: The Coca-Cola Company. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2018.

COCA-COLA BRASIL. Coca-Cola Brasil anuncia investimento de R$ 1, 6 bilhão para novo compromisso de embalagens. 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2018.

COCA-COLA COMPANY. Introducing PlantBottle™. 2015. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2018.

COCA-COLA EUROPEAN PARTNERS (CCE). Continuum Recycling wins prestigious Green Business Award. 2013. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2018.

CURTLS, J. Chemical Recycling: Could This Breakthrough Technology Curb Plastic Waste?. 2018. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2018.

ELLEN MACARTHUR FOUNDATION. Towards the Circular Economy: Opportunities for the consumer goods sector. 2012. Disponível em: < https://www.ellenmacarthurfoundation.org/publications>. Acesso em: 24 jun. 2016.

__________________________________. Increasing post-consumer plastic content in packaging. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2017.

MAGRINI, A. et al. Impactos Ambientais causados pelos plásticos:: uma discussão abrangente sobre os mitos e os dados científicos. 1. ed. Rio de Janeiro: E-Papers, 2012. 296 p. v. 1.

LOURENÇO, M. S.; CHIARAMONTI, C. O desenvolvimento sustentável e a economia circular: a experiência chinesa. Unifae, p. 1–16, 2014.

PAULIUK, S. Critical appraisal of the circular economy standard BS 8001:2017 and a dashboard of quantitative system indicators for its implementation in organizations. Resources, Conservation and Recycling, v. 129, n. September 2017, p. 81–92, 2018.

RIBEIRO, F. DE M.; KRUGLIANSKAS, I. A Economia Circular no contexto europeu : Conceito e potenciais de contribuição na modernização das políticas de resíduos sólidos. Encontro Internacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente. 2015.

STAHEL, W. R. Circular Economy. Nature, p. 6–9, 2016.

STEWART, R; NIERO, M. Circular economy in corporate sustainability strategies: A review of corporate sustainability reports in the fast‐moving consumer goods sector. Business Strategy and the Environment, p. 1-18, 2018.

UNILEVER. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2017.

VOJVODIC, T. Seminário “ Reciclagem e Logística Reversa de Embalagens ”. Seminário FIRJAN de Ação Ambiental. Rio de Janeiro: 2016. Disponível em: < http://www.firjan.com.br/seminario-acao-ambiental-2016/seminario.htm>. Acesso em: 28 jun. 2016.

WASTE ATLAS. Disponível em: www.atlas.d-waste.com/. Acesso em: 08 jun. 2018.

WIJKMAN, A.; SKÅNBERG, K.; BERGLUND, M. The Circular Economy and Benefits for Society Jobs and Climate Clear Winners in an Economy Based on Renewable Energy and Resource Efficiency. 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 fev. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v11i4.27198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)