INDICADORES NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA & INOVAÇÃO

Valéria Melo MENDONÇA, Mário Jorge Campos dos SANTOS, Renata SILVA-MANN, Marta Jeidjane Borges RIBEIRO, Patrícia Brandão Barbosa da SILVA

Resumo


Os indicadores de ciência, tecnologia e inovação são dados estatísticos utilizados na elaboração de panoramas, cenários, e tendências sobre o avanço científico e tecnológico de uma dada temática, e são muito úteis para subsidiar a tomada de decisão e o planejamento de políticas públicas. Esta pesquisa buscou descrever os indicadores nacionais e internacionais de ciência, tecnologia e inovação. Trata-se de uma revisão bibliográfica sobre os principais indicadores brasileiros (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) e internacionais (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Na produção científica tecnológica internacional o Brasil ocupa o 15º lugar; enquanto que no cenário global da competitividade ele ocupa o 61º lugar no ranking, demonstrando que o desempenho do país na área da inovação tecnológica não condiz com a sua potencialidade.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, E. M., Patentes domésticas: avaliando estatísticas internacionais para localizar o caso brasileiro. Ensaios FEE, Porto Alegre, vol. 21, n.1, 2000.

BARBOSA, E. B.; PIMENTA, H. F.; CASTRO, A. P.. Indicadores de sustentabilidade e sua dimensão ambiental: ESI, EPI, LPI, Pegada Ecológica, BIP 2020. Revista Desarrollo Local Sostenible (DELOS), v. l6, n.18, 2013, p.1-9.

BARROSO, W.B.G., QUONIAM, L.;GREGOLIN, J.A.R., FARIA, L.I.L. Analysis of .a database of public domain Brazilian patent documents based on the IPC. World Patent Information. v. 25, 2003, p. 63-69.

BORGES, C.B.; SANTOS, V.J.B.; GALINA, S.V. R. Internacionalização da P&D – um estudo comparativo entre Brasil, China e Índia. XXV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, ANPAD, em Brasília-DF, 22 a 24 de outubro de 2018. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/Simposio350.pdf. Acesso em: 04 de maio de 2018.

BRASIL. Lei nº 13.341, de 29 de setembro de 2016. Altera as Leis nos 10.683, de 28 de maio de 2003, que dispõe sobre a organização da Presidência da República e dos Ministérios, e 11.890, de 24 de dezembro de 2008, e revoga a Medida Provisória no 717, de 16 de março de 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/L13341.htm. Acesso em: 01/05/2018.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC. Indicadores Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação. 2017. Brasília: MCTIC 2017, p. 148. Disponível em: http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/indicadores/index.html. Acesso em: 05 jun. 2018.

BRASIL. Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Portaria MCTIC nº 7.204, de 13 de dezembro de 2017. Aprova o Planejamento Estratégico do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para o período de 2018 a 2022, e dá outras providências. Disponível em: http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/legislacao/portarias/Portaria_MCTIC_n_7204_de_13122017.html. Acesso em: 02 de maio de 2018.

CAVALCANTE, Luiz Ricardo; DE NEGRI, Fernanda. Trajetória recente dos indicadores de inovação no Brasil. Texto para Discussão, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), n. 1659, Set, 2011.

FARIA, L.I.L.; BESSI, N.C.; MILANEZ, D.H. Indicadores tecnológicos: estratégia de busca de documentos de patentes relacionados à instrumentação aplicada ao agronegócio. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v. 31, n. 1, p. 119-144, jan./abr. 2014.

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Patente. 2017. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2018.

LOPES, S. P. M. O Impacto da Informação de Patentes no Processo de Inovação em Portugal. Tese de Doutoramento apresentada à Universidade do Porto para cumprimento dos requisitos do Programa Doutoral em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais (ICPD), da Faculdade de Letras, Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, com orientação científica da Profª. Doutora Maria Manuel Lopes Figueiredo Costa Marques Borges. 2012. p. 437.

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC. Plano de CT&I para Manufatura Avançada no Brasil. Cartilha, Brasília. Dezembro, 2017. p. 68. Disponível em: http://www.mctic.gov.br/mctic/export/sites/institucional/tecnologia/tecnologias_convergentes/arquivos/Cartilha-Plano-de-CTI_WEB.pdf. Acesso em 26 de abril de 2018.

OLIVEIRA JR., Osvaldo N. Research Landscape in Brazil: Challenges and Opportunities. The Journal of Physical Chemistry, v. 120, n. 10, 2016, p. 5273−5276.

OCDE - Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo, Proposta de Diretrizes para Coleta e Interpretação de Dados sobre Inovação Tecnológica. Tradução de Paulo Garchet, sob a responsabilidade da FINEP — Financiadora de Estudos e Projetos, 2004. The Measurement of Scientific and Technological Activities — Proposed Guidelines for Collecting and Interpreting Technological Innovation: Oslo Manual. 1997. p. 136. Disponível em: http://www.finep.gov.br/images/a-finep/biblioteca/manual_de_oslo.pdf. Acesso em 07 de maio de 2018.

OCDE. Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Estadísticas de Patentes de la OCDE © OEPM. 2009. Disponível em: http://www.oepm.es/export/sites/oepm/comun/documentos_relacionados/Publicaciones/monografias/manualEstadisticas.pdf. Acesso em: 08 de maio de 2018.

OCDE - Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento. Manual de Frascati, Metodologia proposta para definição da pesquisa e desenvolvimento experimental. 2013. p. 324. Tradução de Olivier Isnard. Frascati Manual 2002: Proposed Standard Practice for Surveys on Research and Experimental Development. Disponível em: http://www.ipdeletron.org.br/wwwroot/pdf-publicacoes/14/Manual_de_Frascati.pdf. Acesso em 07 de maio de 2018.

OCDE - Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento. Relatórios Econômicos OCDE: Brasil 2018. OCDE, Paris. 2018. p. 174. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1787/9789264290716-pt. Acesso em 20 de junho de 2018.

QUINTELLA, C.M.; TORRES, E.A.; JESUS, D.S.; PINHEIRO, H.L.C.; SILVA, SANTOS, C.A.C.; SILVA, J.C.U.; SILVA, M. R.; RUSSO, S.L.; GOMES, I.M. de A. Propriedade Intelectual. Rede NIT-NE, 3ª Ed. Salvador, 2010.

RUSSO, S.L.; SILVA, G.F.S. Capacitação em Inovação Tecnológica para empresários. São Cristóvão: Ed. UFS, 2012. 22p.

ROCHA, E. M. P.; DUFLOTY, S. C. Análise Comparativa regional de indicadores de inovação tecnológica empresarial: contribuição a partir dos dados da pesquisa industrial de inovação tecnológica. Perspectiva em Ciência da Informação, n.14, n.1, p. 192-208, 2009.

SANTOS, N. C. G.; MELLO, A. S.; CHIMENDES, V. C. G.; PAIVA, C. M. R. Ciência, tecnologia e sociedade na iniciação científica: O Caso de uma Universidade do Sul de Minas. Revista Perspectivas Contemporâneas. v. 12, n. 3, p. 17-32, set./dez. 2017. Disponível em: http://revista.grupointegrado.br/revista/index.php/perspectivascontemporaneas. Acesso em 26 de abril de 2018.

TALAMONI, I.C.; GALINA, S.V.R. Inovação no setor de tecnologia da informação e comunicação no Brasil - uma análise comparada entre indústria e serviço no período de 2001 a 2011. Navus - Revista de Gestão e Tecnologia. Florianópolis, SC, v. 4, n. 2, p. 19-32, jul./dez. 2014.

Universidade Cornell, INSEAD e WIPO (2017): Índice Global de Inovação de 2017: A Inovação Nutrindo o Mundo, Ithaca, Fontainebleau e Genebra. Disponível em: https://www.globalinnovationindex.org/Download. Acesso em: 03 de maio de 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v12i5.27178

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)