O ENSINO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL E DO EMPREENDEDORISMO COMO ESTÍMULO À INOVAÇÃO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Joyce Carolina Lins Guilhermat, Pierre Barnabé Escodro, Silvia Beatriz Beger Uchôa, Andreiza Marcia Maia de Oliveira

Resumo


Apresenta os resultados de pesquisa quantitativa-qualitativa realizada no sítio eletrônico da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Objetiva a análise das ementas das disciplinas veiculadas nos projetos dos programas de pós-graduação stricto sensu da UFAL, acerca do ensino da temática da propriedade intelectual e do empreendedorismo. Investiga também a quantidade de grupos de pesquisa certificados e atualizados junto ao Diretório de Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (DGP/CNPq), relacionados com os referidos temas e vinculados à UFAL. Considerando o levantamento da literatura e os dados obtidos, conclui-se pela necessidade de mais estudos sobre as causas que ensejam a pequena quantidade de cursos de pós-graduação stricto sensu que ofertam disciplinas relacionadas com o ensino da propriedade intelectual e do empreendedorismo na UFAL.


Palavras-chave


Propriedade Intelectual; Empreendedorismo; Pós-Graduação.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLMAN, L.; SINJELA, M.; TAKAGI, Y. Recent trends and challenges in teaching intellectual property. In: ALLMAN, L.; SINJELA, M.; TAKAGI, Y (orgs.). Teaching of Intellectual Property: principles and methods. Nova Iorque: Cambridge University Press, 2008.

AMORIM-BOHRER, M. B. et al. Ensino e Pesquisa em Propriedade Intelectual no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, Rio de Janeiro, p. 281-310, jul./dez. 2007.

APPOLINÁRIO, F. Metodologia da Ciência: filosofia e prática da pesquisa. 2ed. São Paulo: Cengage Learning, 2016.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Plataforma Lattes. Diretórios de Grupos de Pesquisa. Disponível em: . Acesso em: 06 jun. 2018.

______. Ministério da Ciência e Tecnologia. Livro Branco: ciência, tecnologia e inovação. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2002. Disponível em: < http://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/720/1/livro_branco_cti.pdf>. Acesso em: 29 jun. 2018.

______. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plataforma Sucupira. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018.

______. Ministério da Educação. Universidade Federal de Alagoas. Transparência. Ufal em números. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018.

EMPRESÔMETRO – INTELIGÊNCIA DE MERCADO [Base de dados – internet]. Estatística das empresas ativas no Brasil. Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. Disponível em: < https://www.empresometro.com.br/Home/Estatisticas>. Acesso em: 18 mai. 2018.

ETZKOWITZ, H. Innovation Lodestar: the entrepreneurial university in a stellar knowledge firmament. Technological Forecasting and Social Change, v. 123, p. 122-129, 2017.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SISTEMA FIRJAN. Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil. Rio de Janeiro: FIRJAN, 2016.

FERREIRA, D. Q. G.; LIMA, I. S. A gestão do capital intelectual em instituições de ensino: o caso brasileiro. Conhecimento Interativo. São José dos Pinhais, v. 6, n. 2, p. 17-64, 2012.

FLORIDA, Richard. The Rise of the Creative Class, Revisited. The Atlantic. Junho, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2018.

GARCIA, S. R. Profissionais criativos em ciências e artes na cidade de Porto Alegre. Sociologia & Antropologia. Rio de Janeiro, v. 5, n.3, p. 857-882, 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ed. São Paulo: Atlas, 2002.

OFFICE FOR HARMONIZATION IN THE INTERNAL MARKET (TRADE MARKS AND DESIGNS). Intellectual Property and Education in Europe: study on IP education in school curricula in the EU member states with additional international comparisons. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2018.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA PROPRIEDADE INTELECTUAL (OMPI). Teaching Intellectual Property (IP) in countries in transition. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2018.

LARSEN, A. M. E. Empoderamento de todas as partes interessadas (stakeholders). In: SCHWAB, K. Aplicando a quarta revolução industrial. São Paulo: Edipro, 2018.

PROGRAMA de Pós-graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação. Apresentação. Disponível em: < http://www.profnit.org.br/pt/sample-page/>. Acesso em: 29 jun. 2018.

SANTA RITA et. al. Perfil e características de empresas de base tecnológica (EBTS): uma análise de empresas alagoanas. Navus: Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, v.6, n.1, p. 30-40, jan./mar. 2016.

SILVA, A. M. A. da. Macroeconomia de Maceió: produção e finanças. In: SILVA, A. M. A. da (org.). Economia de Maceió: diagnóstico e proposta para construção de uma nova realidade. Brasília: IPEA/Edufal, 2013, 241 p.

SOETENDORP, R. Developing the curriculum for collaborative intellectual property education. Journal of Information, Law and Technology, 2006.

______. Intellectual Property Education: in the Law School and beyond. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/267224642_Intellectual_Property_education_-_In_the_Law_School_and_Beyond>. Acesso em: 29 jun. 2018.

______. Teaching intellectual property to non-law students. In: ALLMAN, L.; SINJELA, M.; TAKAGI, Y (orgs.). Teaching of Intellectual Property: principles and methods (e-book). Nova Iorque: Cambridge University Press, 2008.

SORDI, J. O. de. Desenvolvimento de projeto de pesquisa. São Paulo: Saraiva, 2017.

SCHWAB, K. Aplicando a quarta revolução industrial. São Paulo: Edipro, 2018.

SCIENCE DIRECT [Base de dados – Internet]. Elsevier, 2018. Disponível em: . Acesso em: 06 jun. 2018.

SCOPUS [Base de dados – Internet]. Elsevier, 2018. Disponível em: < https://www.scopus.com/>. Acesso em: 06 jun. 2018.

WEB OF SCIENCE [Base de dados – Internet]. Clarivate Analytics, 2018. Disponível em: < https://clarivate.com/products/web-of-science/>. Acesso em: 06 jun. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v11i4.27111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)