FUNGOS FILAMENTOSOS COMO INIBIDORES DE CORROSÃO: ESTUDO PROSPECTIVO

Juliano Bueno Barbosa da Silva, Josealdo Tonholo, Sonia Salgueiro Machado, Carmem Lúcia de Paiva e Silva Zanta

Resumo


A corrosão de metais é um problema muito comum no ramo da construção civil comprometendo diversas estruturas e gerando prejuízos nos setores públicos e privados. Diversos métodos e produtos responsáveis por inibir a corrosão e proteger o metal vêm sendo desenvolvidos visando minimizar essa problemática. Em geral, é comum a adição de metais pesados às ligas de aço com vistas à inibição de corrosão, entretanto os inibidores convencionais são eventualmente caros e nocivos ao meio ambiente. Frente a esse panorama, a criação de inibidores de corrosão naturais como extratos fúngicos, por exemplo, pode ser uma boa saída para a solução desse problema. Nesse trabalho foram levantados dados a respeito da atual produção bibliográfica e patentária acerca do tema. Os resultados foram então analisados e comparados em relação a diversos parâmetros como países que mais produzem, a relação entre produção bibliográfica e patentária entre outros.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDEL-GABER A. M.; ABD-EL-NABEY, B. A.; KHAMIS E.; ABD-EL-KHALEK D. E.; A natural extract as scale and corrosion inhibitor for steel surface in brine solution. Desalination. 337-342. 2011

ABDEL-GABER A. M.; KHAMIS E.; ABO-ELDAHAB H.; ADEEL S. Inhibition of aluminium corrosion in alkaline solutions using natural compound.Materials Chemistry and Physics.Vol. 109. 297-305. 2008

BOTELHO M. H. C.; MARCHETTI O.;Concreto Armado: Eu Te Amo. 3ª Edição. 2002. Editora Edgard Blücher LTDA. São Paulo - SP. P. 154.

COELHO S. F. M.. Corrosão de aço carbono em concretos microbiologicamente afetados. Maceió, 2015. Tese de Doutorado – Instituto de Química e Biotecnologia, Universidade Federal de Alagoas.

PAUSTOVSKAYA V. V.; Some results of a research in the problem “Inhibitors of metal corrosion.Toxicology and industrial hygiene”.Protection of Metal.Vol. 36. 89-93. 1998

GENTIL, V. Corrosão. 2 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1982.

GENTIL, V. Corrosão. 4 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2003. 341 p.

VAYSBURD A. M.; EMMONS P H.; Corrosion in concrete repair: concepts or misconcepts. Cement & Concrete Composites; 2004; 26; 255-263

TUSSOLINI, M. Estudo da aplicação de azóis na inibição da corrosão do aço inoxidável ABNT 430 em meio ácido. 2010. 89 f. Dissertação (mestrado em Química Aplicada) – Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava.

RINCÓN, O. T.; DURACON COLLABORATION.; Durability of concrete structures: DURACON, an iberoamerican project. Preliminary results.Building and Environment v.41, p.952–962. 2006.

MORONA, M. T. Ensaios eletroquímicos e influência da interação plasma na resistência à corrosão do aço inoxidável ISO 5832-1. 2007. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica e de Materiais) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v11i2.23226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)