A INOVAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO: UMA ANÁLISE ATRAVÉS DE INDICADORES

Cleide Ane Barbosa da Cruz, Valéria Melo Mendonça, Paulo Roberto dos Santos, Normandia de Jesus Brayner dos Santos, Ana Eleonora Almeida Paixão, Mário Jorge Campos dos Santos

Resumo


Os indicadores são importantes ferramentas que auxiliam na avaliação do potencial da produção científica e tecnológica de um país. Este estudo tem como objetivo traçar um panorama dos indicadores científicos e tecnológicos nacionais, com o intuito de verificar a produção científica e tecnológica dos últimos anos. Metodologicamente, utilizou-se a análise de dados quantitativos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Os resultados destacaram que a produção de patentes no Brasil vem crescendo, e que a região Sudeste é a maior depositante. Sobre a produção científica, foram analisados dados até 2010, mostrando que a publicação em periódicos nacionais vem superando a publicação em artigos internacionais, e ainda que os pesquisadores publicam mais capítulos de livros do que livros completos. Atesta-se a necessidade de expandir o desenvolvimento científico e tecnológico no Brasil, com o intuito de fortalecer a produção de tecnologias no país e melhorar a qualidade dos trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores.


Palavras-chave


Indicadores; Produção Científica; Patentes.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Evandro Brandão; PIMENTA, Helena Francinete; CASTRO, Alberlane Pereira de. Indicadores de sustentabilidade e sua dimensão ambiental: ESI, EPI, LPI, Pegada Ecológica, BIP 2020. Revista Desarrollo Local Sostenible (DELOS), v. l6, n.18, p.1-9, 2013.

CAVALCANTE, Luiz Ricardo; DE NEGRI, Fernanda. Trajetória recente dos indicadores de inovação no Brasil. Texto para Discussão, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), n. 1659, Set, 2011.

CNPQ – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Painel Lattes – Distribuição Geográfica. 2016. Disponível em: < http://estatico.cnpq.br/painelLattes/mapa/>. Acesso em: 05 jun. 2017.

Cornell University, INSEAD; WIPO The Global Innovation Index 2017: Innovation Feeding the World, Ithaca, Fontainebleau, and Geneva. 2017.

Decreto 91.146, em 15 de março de 1985. Cria o Ministério da Ciência e Tecnologia e dispõe sobre sua estrutura, transferindo-lhe os órgãos que menciona, e dá outras providências. Diário Oficial da União - Seção 1 - 15/3/1985, Página 4708.

FIGUEIREDO, Paulo N. Acumulação tecnológica e inovação industrial: conceitos, mensuração e evidências no Brasil. São Paulo em Perspectiva, São Paulo , v. 19, n. 1, p. 54-69, 2005 . Disponível em: . Acesso em: 10 Jul. 2017.

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Patente. 2017. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Indicadores. 2017. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

OLIVEIRA JR., Osvaldo N. Research Landscape in Brazil: Challenges and Opportunities. The Journal of Physical Chemistry, v. 120, n. 10, p. 5273−5276, 2016.

PACKER, Abel L. Os periódicos brasileiros e a comunicação da pesquisa nacional. Revista USP, São Paulo, n. 89, p. 26-61, 2011.

PINOCHET, Luis Hernan Contreras; LOPES, Aline de Souza; SILVA, Jheniffer Sanches. Inovações e tendências aplicadas nas tecnologias de informação e comunicação na gestão da saúde. Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS, v. 3, n. 2, 2014.

ROCHA, Elisa Maria Pinto; DUFLOTY, Simone Cristina. Análise Comparativa regional de indicadores de inovação tecnológica empresarial: contribuição a partir dos dados da pesquisa industrial de inovação tecnológica. Perspectiva em Ciência da Informação, n.14, n.1, p. 192-208, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v10i3.23052

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)