EMPREENDEDORISMO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: TEMAS CONTEMPORÂNEOS NA GESTÃO DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

Sônia Marise Salles Carvalho, Alessandro Aveni, Leonardo Modesto Coimbra, Herika Fernanda Dantas Montilha

Resumo


Esse artigo tem como objetivo mostrar como os temas Empreendedorismo, Tecnologia e Inovação têm feito parte da agenda da Universidade de Brasília, em um importante ambiente de inovação, que é o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico/CDT. Destaca-se o pensamento moderno sobre esses temas e o impacto que pode ocasionar na qualificação da formação dos estudantes e professores, na melhor interação entre universidade, governo, sociedade e o terceiro setor (quadrupla hélice).  Esses temas são relevantes como objeto de estudo pois impulsionam a universidade a ser empreendedora, mediante a vida moderna caracterizada por relações mercantis e financeirização da vida, movida pela informação, intensificação do consumo e inovação. A estratégia para lidar com a estrutura dessa sociedade pode ser conjugada por uma educação para a autonomia do sujeito. A universidade pode e deve favorecer as condições para o aprimoramento do empreendedorismo e da produção e difusão de tecnologias inovadoras. 


Texto completo:

PDF

Referências


CENTRO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO. Relatório de Gestão da Multincubadora 2013-2016. Universidade de Brasília. 2017.

DORNELAS, J. C. A; SPINELLI, S.; ADAMS, R. Criação de novos negócios: Empreendedorismo para o século XXI. 2. ed. São Paulo: Elsevier, 2014.

GEM. Global Entrepreneurship Monitor. Empreendedorismo no Brasil. 2004. Disponível em: http://www.dce.sebrae.com.br/bte/bte.nsf/1EC939C7F8E5D50503256FE200487D4A/$File/NT000A6806.pdf>. Acesso em: 04 maio 2015.

GUIMARAES. Alexandre Queiroz. Iniciativas para a promoção de emprego e renda: políticas públicas, economia solidária e desenvolvimento local. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 32, n. 2, p. 313-338, nov. 2011

KIRZER, Israel. M. Competição e atividade empresarial. Instituto Liberal.1986.

PESQUISA DE INOVAÇÃO: 2014 / IBGE, Coordenação de Indústria, Rio de Janeiro: IBGE, 2016.

Novo Marco Legal de CT&I de 11 de janeiro de 2016. Disponível via http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13243.htm. Acesso em 23/01/2017.

ROBERT . K. YIN. Estudo de Caso e Métodos. 5ª ed. Editora BOOKMAN, 2015.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo: Abril Cultural, p. 125-132, 1982




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v10i4.23017

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)