PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA DE PATENTES NA PRODUÇÃO DE BIOINOCULANTES E BIOFERTILIZANTES

Adailson Feitoza de Jesus Santos, Samira Abdallah Hanna

Resumo


A utilização de práticas alternativas para um adequado uso do solo e o emprego do controle biológico para pragas e doenças ganham destaque na agricultura. Os inoculantes e biofertilizantes têm sido empregados como fertilizantes biológicos, propiciando vantagens além de não causarem impactos ambientais. Objetivou-se nesta prospecção, mapear patentes que detenham tecnologias para produção e utilização destes. O delineamento experimental foi realizado pelo escopo estratégico de palavras-chaves e pesquisa nos sites Espacenet® e INPI, focando em bioinoculantes e biofertilizantes, cruzando-se com os descritores fungos e bactéria. A pesquisa resultou em 1.212 patentes registradas em diferentes países, anos, instituição e códigos internacionais até o presente momento. A China destaca-se com 842 depósitos de patentes, com papel relevante no cenário mundial para a produção de produtos de origem microbiana. No Brasil, por sua imensa biodiversidade, possui um grande potencial, ainda incipiente, para o desenvolvimento de tecnologias limpas para o fortalecimento do setor agrícola.


Palavras-chave


bioinoculante; Biofertilizante; patentes

Texto completo:

PDF

Referências


ADESEMOYE, A.O., TORBERT, H.A. AND KLOEPPER, J.W. Plant growth-promoting rhizobacteria allow reduced application rates of chemical fertilizers. Microb Ecol., v.58, p. 921-929, 2009.

ALICIA MAS MARTINEZ. 2015. Biotecnologia - China. Disponível em:< http://www.iberchina.org/files/biotecnologia_china.pdf> Acesso em: 12 de Dezembro de 2016.

ANDRADE, J.P., MARBACH, P.A.S., DRUZIAN, J.I, ROQUE M.R.A. Produção de Exopolissarídeos utilizando fungos filamentosos. Cad. Prospec., v.8, n.2, p. 311-318, 2015.

ANJOS, Lucas Costa dos. A organização mundial do comércio e a china: direito de propriedade e propriedade intelectual no país. Revista de Direito Internacional, v. 12, n. 2, p. 348-362, 2014.

ARAUJO, S.C. 2013. A nova onda de produtos biológicos na agricultura. Disponível em: Acesso em: 26 de dezembro de 2016.

ARAUJO, S.C. 2016. Novos Caminhos. Disponível em:< http://www.anpii.org.br/novos-caminhos/> Acesso em: 06 de janeiro de 2016.

CELERES. 2014. O setor de máquinas agrícolas no Brasil: evolução nos últimos anos e perspectivas. Disponível em: Acesso em: 01 de novembro de 2016.

HUNGRIA M., NOGUEIRA, M.A., ARAUJO, R.S. Co-inoculation of soybeans and common beans with rhizobia and azospirilla: Strategies to improve sustainability. Biol Fertil Soils., v.49, p. 791–801, 2013.

INDUSTRY FORECAST TO 2025. 2016. GLOBAL AGRICULTURAL INOCULANT MARKET ANALYSIS & TRENDS – INSDUSTRY FORECAST TO 2025. Disponível em: Acesso em: 07 de janeiro de 22017.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA – MA. 2014. Produto Interno Bruto da Agropecuária deve ser de R$ 1,1 trilhão. Disponível em:< http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2014/12/produto-interno-bruto-da-agropecuaria-deve-ser-de-rs-1-trilhao> Acesso em: 01 de novembro de 2016.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA – MA. 2016a. PIB da agropecuária tem alta de 1,8% em 2015. Disponível em:< http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2016/03/pib-da-agropecuaria-tem-alta-de-1porcento-em-2015> Acesso em: 01 de novembro de 2016.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA – MA. 2016b. PIB agropecuário cai 2% influenciado pelas perdas na produção de grãos. Disponível em:< http://www.agricultura.gov.br/politica-agricola/noticias/2016/08/pib-agropecuario-cai-2porcento-influenciado-pelas-perdas-na-producao-de-graos> Acesso em: 01 de Novembro de 2016.

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES – MC. 2012. Inovação Tecnológica. Disponível em:< http://www.mc.gov.br/acoes-e-programas/inovacao-tecnologica> Acesso em: 01 de novembro de 2016.

MOREL, M.A., BRAÑA, V., CASTRO-SOWINSKI S. 2012. Legume Crops, Importance and Use of Bacterial Inoculation to Increase Production. Crop Plant, Dr Aakash Goyal (Ed.), InTech, DOI: 10.5772/37413. Disponível em:< http://www.intechopen.com/books/crop-plant/legume-crops-importance-and-use-of-bacterial-inoculation-to-increase-production> Acesso em: 02 de Janeiro de 2017.

PHILLIPS, P.W.D. 2004. An Economic assessment of the Global Inoculant Industy. Disponível em:www.plantmanegementnetwork.org/pub/cm/review/2004/inoculant Acesso em: 04 de janeiro de 2017.

RODRIGUES, A.C., BONIFACIO, A., ARAUJO, F.F., LIRA JUNIOR, M.A., FIGUEIREDO, M.V.B. 2015. Azospirillum sp. as a Challenge for Agriculture. Bacterial Metabolites in Sustainable Agroecosystem, Sustainable Development and Biodiversity 12. D.K. Maheshwari (ed.),DOI 10.1007/978-3-319-24654-3_2. Disponível em:< http://link.springer.com/chapter/10.1007%2F978-3-319-24654-3_2> Acesso em: 04 de Janeiro de 2017.

SANTOS, P.O., PINHEIRO, L.K.X., ROQUE, M.R.A. Mapeamento tecnológico dos pigmentos naturais. Cad. Prospec., v.9, n.1, p.121-128, 2016.

WORLD TRADE ORGANIZATION. Trade related aspects of intellectual property rights, 1994. Disponível em: Acesso em: 20 de agosto de 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v10i2.20719

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)