A CONTRIBUIÇÃO DO RENORBIO PARA O PROGRESSO TÉCNICO: ANÁLISE A PARTIR DO INDICADOR DE PATENTES NO PERÍODO 2011-2016

Kelyane Silva, Tatiane Luciano Balliano, Josealdo Tonholo, Patricia Brandão Barbosa da Silva, Silvia Beatriz Beger Uchôa

Resumo


Os trabalhos em rede visam potencializar os resultados obtidos por seus componentes. Dessa forma, a Rede Nordeste de Biotecnologia congrega 35 instituições, tendo sido criada em 2004, com previsão de 6 anos de funcionamento, mas já com quase 12. Congrega cerca de 269 pesquisadores docentes, permanentes e colaboradores. A sua produção de artigos científicos é invejável, contando com cerca de 9340 publicações de seus docentes, segundo a plataforma Lattes. Por se tratar de uma rede de biotecnologia, depreende-se que serão originadas tecnologias que deveriam ser protegidas por patentes. Esse artigo realiza essa análise, procurando identificar os maiores depositantes, entre as instituições, a partir da plataforma Sucupira, Lattes e do Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Também procurou-se conhecer as linhas de pesquisa com maior número de depósitos e em quais classificações internacionais de patente se enquadram esses depósitos. Houve diferenças entre dados das diferentes plataformas e também a grande supremacia em número de artigos.

Texto completo:

PDF

Referências


BORBINHA, J. Redes de colaboração: alguns elementos para análise e reflexão. Revista da Associação Portuguesa. CadernosBAD. Rede de Informação e de trabalho em bibliotecas e arquivos. Ed. 01. Lisboa. Portugal, 2004.

BRASIL. Plataforma Sucupira. 2016. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/linhaPesquisa/listaLinhaPesquisa.jsf Acesso em setembro de 2016.

BRASIL. RENORBIO. Histórico. 20??. Disponível em: Acesso em setembro de 2016.

CHITUC, C-M. & AZEVEDO, A.L. Multi-Perspective Challenges on Collaborative Networks Business Environment. Collaborative Networks and their Breeding Environments. New York: Springer, 2005.

de FARIAS, Lucas R.; VARGAS, André P.; BORGES, Eduardo N. Um sistema para análise de redes de pesquisa baseado na Plataforma Lattes. Escola Regional de Banco de Dados, 2012, Curitiba

LISSONI, F., MONTOBBIO, F. Guest Authors or Ghost Inventors? Inventorship and Authorship Attribution in Academic Science. Evaluation Review. v. 39, p. 19–45. 2015.

SOLA, M. C. R.; QUINTELLA, C. M. Desenvolvimento biotecnológico no âmbito da RENORBIO – Rede Nordeste de Biotecnologia. Cadernos de Prospecção. v. 4, n. 4, 2011. p. 50-56.

ZAGO, G.; BASTOS, M. T.; RECUERO, R. A Endogamia da Comunicação: Redes de Colaboração na CSAI Endogamy in Communication Studies: Scholarly Collaboration in CSAI. Disponivel em: http://compos.org.br/biblioteca/compos-2015-e5df86a9-b73d-478e-999a-8579e6bb4537_2747.pdf Acesso em agosto 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v9i4.17996

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)