INTERAÇÃO ICT-EMPRESA: O CASO UFV ENTRE OS ANOS 2006 E 2015

Flávia Ferreira Alves, Thamiris Campos da Costa, Rodrigo Gava

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo realizar análise das parcerias voltadas para pesquisa, desenvolvimento e inovação celebradas pela Universidade Federal de Viçosa no período entre os anos de 2006 e 2015, com enfoque na interação com o setor privado. Esse exame busca verificar, através de um estudo de caso, os reflexos do cenário da inovação, considerando a atenção que vem sendo conferida pelos gestores públicos no sentido de fomentar projetos inovadores e a interação com o setor produtivo. Para tanto, procede-se uma catalogação dos contratos firmados no período em destaque, assim como dos atores do setor privado que se relacionaram com a Universidade. Ao fim, conclui-se que apesar dos esforços do governo, da Universidade e das empresas, a promoção da inovação ainda enfrenta diversos desafios, os quais precisam ser superados, haja vista seu caráter imprescindível para se impulsionar o desenvolvimento social e econômico do país.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCARÁ, A. R.; DI CHIARA, I. G.; RODRIGUES, J. L.; TOMAÉ, M. I.; PIEDADE, V. C. H. Fatores que influenciam o compartilhamento da informação e do conhecimento. Perspect. Ciênc. Inf. [online], vol.14, n.1, p.170-191, jan./abr. 2009.

ARAÚJO, E. F.; BARBOSA, C. M.; VILELA, M. F. M.; NEVES, H. P. Interação ICT-empresa e o papel das agências de fomento nessa interação considerando a importância do modelo da “hélice tríplice”. Cad. Pros pec., Salvador, v. 8, n. 4, p. 748-756, out./dez. 2015.

ARAÚJO, E. F.; QUEIROGA, E. S.; GROENNER, L. C. Política de Propriedade Intelectual e Inovação: A Gestão nas Universidades, o Contrato de Autores e Inventores, Termo de Sigilo e a Transferência de Tecnologia. In: ADOLFO, L. G. S.; MORAES, R. Propriedade Intelectual em Perspectiva. Rio de Janeiro: Lúmen Juris, 2008.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Livro Branco: Ciência, Tecnologia e Inovação. Brasília, DF, 2002. 80 p.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2016-2019. Brasília, DF, 2016. 128p.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. Políticas de Propriedade Intelectual das Instituições Científicas e Tecnológicas do Brasil. Brasília, DF, 2015. 56p.

CRÓSTA, M. D.V. Workshop ANPEI ICT – EMPRESAS. 2013. In. Curso de Capacitação da Rede de Atendimento em Gestão da Inovação. 1, 2013, São Paulo. Material Didático. ANPEI. 2013.

GARCIA, M. O.; GAVA, R. Gestão da Propriedade Intelectual Como Suporte à Inovação Tecnológica: O Caso do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Viçosa. REDIGE, v. 3, n. 03, dez. 2012.

GARCIA, R.; ARAÚJO, V.; MASCARINI, S.; SANTOS, E. G.; COSTA, A. R. Interações Universidade-Empresa e a Influência das Características dos Grupos de Pesquisa Acadêmicos. Rev. Econ. Contemp., vol.18 n.1, jan./abr. 2014.

GARNICA, L. A.; TORKOMIAN, A. L. V. Gestão de tecnologia em universidades: uma análise do patenteamento e dos fatores de dificuldade e de apoio à transferência de tecnologia no Estado de São Paulo. Gestão e Produção, 16(4), p. 624-638. Out./Dez. 2009.

MANFIO, G. P.; THOMÉ, P. A.; MAGNANI, R.; CRÓSTA, V. M. D. Guia de Boas Práticas Para a Interação ICT-empresa. 2ª ed., 72p, 2014.

SCHOLZE, S.; CHAMAS, C. Instituições públicas de pesquisa e o setor empresarial: o papel da inovação e da propriedade intelectual. Parcerias Estratégicas, n.8, p.85-92, mai. 2000.

SCHUMPETER, J. A. A Teoria do Desenvolvimento Econômico: Uma Investigação Sobre Lucros, Capital, Crédito, Juro e o Ciclo Econômico. 3. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v10i2.17913

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)