PROSPECÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA DENGUE NO BRASIL E NO MARANHÃO NO PERÍODO DE 1994 A 2014

Keilla dos Santos Araújo, Sandro Ferreira de Sousa, Arguilis André Alvarenga Sousa, Joelma Soares da Silva, Jefferson Almeida Rocha

Resumo


O presente estudo objetiva apresentar uma visão geral do desenvolvimento científico e tecnológico relacionado à dengue.Para tanto a prospecção tecnológica foi realizada nas bases INPI, EPO, USPTO e Web of Science,e a prospecção científica nas bases SciELO, PubMed, Bireme, Scopus, Web of Science, Science Direct e Google Acadêmico, referente ao período de 1994 a 2014. Foram utilizadas as palavras chave: “Dengue”, AND "Brazil" AND "Maranhão", sendo que estas deveriam estar no título. A Web of Science foi a base que apresentou mais documentos de patentes. Já o Google Acadêmico apresentou o maior número de trabalhos científicos. Nas buscas por trabalhos sobre Dengue no Brasil e no Maranhão encontrou-se 1682 e 26 resultados, respectivamente. Desta forma, faz-se necessário o incentivo para o aumento de pesquisas nesta área, estimulando assim o setor científico e tecnológico do país, tendo em vista que no Brasil a dengue é uma doença endêmica em ascendência.

Palavras-chave


Dengue; Prospecção Tecnológica; Prospecção Científica

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, G. L; HOLCMAN, M. M.; PEREIRA, M.; GOMES, A. H. A.;WANDERLEY, D. M. V. Indicadores de infestação larvária e influência do porte populacional na transmissão de dengue no estado de São Paulo, Brasil: um estudo ecológico no período de 2007-2008. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 2, n. 21, p. 195-204, 2012.

BARRETO, M. L.; TEIXEIRA, M. G. Dengue no Brasil: situação epidemiológica e contribuições para uma agenda de pesquisa.Estudos avançados, São Paulo, v. 22, n. 64, p. 53-72, 2008.

BHATT, S.; GETHING, P. W.; BRADY, O. J.; MESSINA,J. P.; FARLOW, A. W.; MOYES, C. L.; DRAKE, J. M.; BROWNSTEIN, J. S.; HOEN, A. G.; SANKOH, O.; MYERS, M. F.; GEORGE, D. B.; JAENISCH, T.; WINT, G. R. W.; SIMMONS, C. P.; SCOTT, T. W.; FARRAR, J. J.; HAY, S.I. The global distribution and burden of dengue.Nature, v. 496, n. 7446, p. 504-507, 2013.

BRADY, O. J.; GETHING, P. W.; BHATT, S.; MESSINA,J. P.; BROWNSTEIN, J. S.; HOEN, A. G.; MOYES, C. L.; FARLOW, A. W.; SCOTT, T. W.; HAY, S. I.; REITHINGER, R. Refining the global spatial limits of dengue virus transmission by evidence-based consensus. PLoS neglected tropical diseases, v.6, n.8, p.el760, 2012.

BRASIL, Ministério da Saúde. Casos de Dengue. Brasil, Grandes Regiões e Unidades Federadas. 1990 a 2014. Situação epidemiológica/dados. Disponível em: < http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2015/julho/29/Dengue-at---2014.pdf > Acesso em: 15 nov. 2015.

BRASIL, Ministério da Saúde. Óbitos por Dengue. Brasil, Grandes Regiões e Unidades Federadas 1990 a 2014. Situação epidemiológica/dados. Disponível em: Acesso em: 15 nov. 2015.

CARVALHO, L. A. F.; SILVA, I. G. Avaliação longitudinal da atividade do Temephos a 1% sobre o Aedes aegypti (Lin., 1762). Entomologia y vectores, n. 7, p. 191-201, 2000.

CASTRO, J. F. A relação entre patentes farmacêuticas, doenças negligenciadas e o programa público brasileiro de produção e distribuição de medicamentos. 2012. 134 f. Tese (mestrado em Sociologia) -Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras; Campus de Araraquara, 2012.

CAVALCANTI, L. P. G.; PONTES, R. J. S.; REGAZZI, A. C. F.; PAULA JUNIOR, F. J.; FRUTUOSO, R. L.; SOUSA, E. P.; DANTAS FILHO, F. F.; LIMA, J. W. O. Competência de peixes como predadores de larvas de Aedes aegypti, em condições de laboratório. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 41, n. 4, p. 638-644, 2007.

CHIARAVALLOTI-NETO, F. Descrição da colonização de Aedes aegypti na região de São José do Rio Preto, São Paulo. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, n. 30, p. 279-285, 1997.

CHIEFFI, P. P. Algumas questões decorrentes da reintrodução do Aedes aegypti no Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 1, n. 3, p. 385-387, 1985.

CONSOLI, R. A. G. B.; OLIVEIRA, R. L. Principais mosquitos de importância sanitária no Brasil. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 1994.

FARRAR, J.; FOCKS, D.; GUBLER, D.; BARRERA, R.; GUZMAN, M. G.; SIMMONS, C.; KALAYANAROOJ, S.; LUM, L.; MCCALL, P. J.; LLOYD, L.; HORSTICK, O.; DAYAL-DRAGER, R.; NATHAN, M. B.; KROEGER, A.; WHO/TDR Dengue ScientificWorkingGroup.

Towards a global dengue research agenda.Tropical Medicine and International Health, v.12, n.6, p.695-699, 2007.

GONÇALVES, C. M. Diferenças na variação da competência vetorial entre nove populações de Aedes aegypti do munícipio de Belo Horizonte, Minas Gerais, ao Dengue virus2. 2014, 64 f. Tese (doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou – Fiocruz, Belo Horizonte, 2014.

LASNEAUX, M. V. O uso de inseticidas na saúde pública: uma crítica ao modelo de combate à dengue no Brasil e no DF. 2013. 19, 113 f., il. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

MACHADO, J. P. Dengue condições de Vida no Município de Nova Iguaçu: uma abordagem espacial. 2007. 124 f. Tese (Mestrado em Ciências) – Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2007.

MARTINS, V.P.; SILVEIRA, D.A.; RAMALHO, I.L.; FLORINDO, G. M.I. Aedes albopictus no Brasil: aspectos ecológicos e riscos de transmissão da dengue. Entomotrópica, Norteamérica, vol. 28. 2013.

MEDRONHO, R. A. Dengue no Brasil: desafios para o seu controle. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 5, p. 948-949, 2008.

PARENTE, M. P. P. D. Impacto econômico do episódio da dengue na cidade de Teresina, Piauí, Brasil. 2014, 145 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Goiás, Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP), Programa de Pós Graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública, Goiânia, 2014.

PEREIRA, A. I. S.;PEREIRA, A. G. S.; SOBRINHO,O. P. L.; CANTANHEDE, E. K. P.; SIQUEIRA, L. F. S. Atividade antimicrobiana no combate as larvas do mosquito Aedes aegypti: Homogeneização dos óleos essenciais do linalol e eugenol. Educación Química, v.25, n. 4, p.446-449, 2014.

POLANCZYK, R. A.; GARCIA, M. O.; ALVES, S.B. Potencial de Bacillus thuringiensis israelenses Berliner no controle de Aedes aegypti. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 37, n.6, p. 813-816, 2003.

REBELO, J. .M. M.; COSTA, J. M. L.; SILVA, F. S.; PEREIRA, Y. N. O.; SILVA, J. M. Distribuição de Aedes aegypti e do dengue no Estado do Maranhão, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 477-486, 1999.

SAN PEDRO, Alexandre; SOUZA-SANTOS, R.; SABROZA, P. C.; OLIVEIRA, R. M. Condições particulares de produção e reprodução da dengue em nível local: estudo de Itaipu, Região Oceânica de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 25, n. 9, p. 1937-1946, 2009.

TAUIL, Pedro Luiz. Urbanização e ecologia do dengue. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, supl. p. S99-S102, 2001.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue: guidelines for diagnosis, treatment, prevention, and control: new edition. Geneva, 2009.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue and severe dengue. Media centre, 2015. Disponível em: . Acesso em 20 dez.2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v9i3.16460

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)