PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS-UFAM

Elinaldo Ferreira da Costa, Luiz Fernando Correia de Almeida, Diego de Araújo Batista, Maria do Perpétuo Socorro Rodrigues Chaves

Resumo


Este artigo é oriundo de projeto de pesquisa alocado no Programa de Apoio à Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Amazonas, realizado no âmbito da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PROTEC), financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM). O artigo discute a importância do trabalho realizado pela PROTEC na UFAM. Utiliza-se como metodologia uma análise comparativa entre os quantitativos de registro de propriedade intelectual depositados antes e depois da criação da PROTEC, através da análise de dados coletados na base de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e em acervo documental da PROTEC. O artigo delineia os resultados relativos ao perfil de depósitos de patentes, marcas e programas de computador. Por fim, apresentam-se algumas propostas para o aumento de registros de patentes na UFAM, com indicação de ações estratégicas, baseadas no potencial técnico, cientifico e tecnológico da UFAM.

Palavras-chave


Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica;Propriedade Intelectual;Registros de Patentes;

Texto completo:

PDF

Referências


ABRANTES, A. C. S. Introdução ao Sistema de Patentes - Aspectos Técnicos, institucionais e Econômicos. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Lúmen Júris, 2011, p 418.

ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico. 4ª Ed. São Paulo: Atlas, 2001, p. 160.

AUVIL, S. P.; MARTIN, W. C. Trabalho com assessorial de patente e administração do processo de patenteamento. In: Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de tecnologia. Manual prático de transferência de tecnologia – AUTM. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010, p. 298.

BRASIL. Decreto-lei nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Brasília, DF, 2 dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 29 abri. 2015.

CYSNE, M. R. F. P. Transferência de tecnologia entre a universidade e a indústria. Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis (SC), v. 10, n. 20, p. 54 - 74, julho/dezembro, 2005.

INPI. Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2015.

LOTUFO, R. A. A institucionalização do Núcleo de inovação tecnológica e a experiência do Inova UNICAMP. In: SANTOS, M. E. R.; TOLEDO, P. T. M.; LOTUDO, R. A. Transferência de tecnologia: estratégias para a estruturação e gestão de Núcleo de Inovação tecnológica. Campinas: Komedi, 2009, p. 41 – 73.

PROTEC. Pro-reitoria de Inovação Tecnólogica. Relatório de gestão da Pro-reitoria de Inovação Tecnológica de 2014 – PROTEC/UFAM. Manaus: Pro-reitoria de Inovação Tecnológica, 2014.

SANTOS, I. J. S.; AMARAL, Y. S.; ALVES, F. F.; GAVA, R. Propriedade Intelectual na Universidade Federal de Viçosa: uma análise da gestão por meio dos documentos de patentes. Cadernos de Prospecção, Salvador-BA, v. 8, n. 2, p. 255-256, 2015.

SILVA, K.; GODINHO, M. M.; TONHOLO, J.; UCHOA, S. B. B.; VASCONCELLOS, A. G. Patentes Acadêmicas x Patentes Universitárias: uma avaliação do inventor acadêmico nas patentes depositadas pela via PCT 2002-2012. Cadernos de Prospecção, Salvador-BA, v. 7, n. 3, p. 335-344, 2014.

UFAM. Universidade Federal do Amazonas. Portaria de nº 1.498 de 10 de setembro de 2010. Dispõe sobre a criação do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Amazonas. Manaus, AM, 10 de set. 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 abri. 2015.

UFAM. Universidade Federal do Amazonas. Resolução nº 009/2011 de 21 de setembro de 2011. Revoga a resolução de nº 070/2007 CONSUNI. Manaus, AM, 21 de set. 2011. Disponível em: . Acesso em: 28 abri. 2015.

UFAM. Universidade Federal da Bahia. Resolução de nº 010/2011 de 21 de setembro de 2011. Cria a Pró-reitoria de Inovação Tecnológica na estrutura da UFAM. Manaus, AM, 21 de set. 2011. Disponível em: . Acesso em: 28 abri. 2015;

REIS, L. G. Produção de monografia da teoria à prática: o método educar pela pesquisa (MEP). Brasília: SENAC, 2010, 184p.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.008.075

Apontamentos




Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)