POTENCIAL DE INDICAÇÃO GEOGRÁFICA DO SISAL NA BAHIA

Acácia Batista Dias, Adaiane Lopes Cunha, Adriana Oliveira da Silva, Ildes Ferreira de Oliveira

Resumo


Este artigo apresenta o estudo de viabilidade do potencial de Indicação Geográfica do sisal, cultivado e beneficiado no Território de Identidade do Sisal. O cultivo, a extração e o beneficiamento da fibra permitem a absorção dos trabalhadores rurais, exercendo assim uma importante função social nos municípios que compõem o território. A produção do sisal proporcionou notoriedade e identidade ao local, no qual se observa um procedimento singular do saber-fazer em diferentes etapas da cadeia produtiva. Dentre os atores sociais, envolvidos nesse processo, a APAEB se destaca através do desenvolvido de ações que permitem maior agregação de valor ao sisal e o fortalecimento do processo produtivo, fomentando a economia local. Os aspectos analisados demonstram que o Território reúne os pré-requisitos para a solicitação do pedido de IG.

Palavras-chave


Indicação Geográfica; Cadeia Produtiva; Sisal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.001.020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)