DESTILADOS BRASILEIROS “DE SEGUNDO PLANO”: O POTENCIAL DO CANJINJIN E DA TIQUIRA

Gabriel Maciel de Lima, Yanko Marcius de Alencar Xavier, Larissa Venancia Maia Costa

Resumo


Este trabalho visa mostrar o potencial de Vila Bela da Santíssima Trindade e Maranhão como Indicações Geográficas para Canjinjin e Tiquira, respectivamente. O Canjinjin é uma bebida à base de aguardente de cana de açúcar, mel de abelha, gengibre, cravo, canela, erva doce, raízes e outros “ingredientes secretos”, que os produtores não contam de maneira alguma. A Tiquira, por sua vez, é uma aguardente de mandioca muito popular no Estado do Maranhão, e alguns a consideram a bebida como a verdadeira aguardente do Brasil. Para tanto, buscou-se mostrar a relevância desses destilados para suas comunidades. Buscou-se também mostrar a dificuldade que os produtores desses artigos sofrem ao competirem com a “Cachaça Brasileira” pelo reconhecimento internacional. Mostrou-se que estas bebidas são patrimônios de suas regiões há centenas de anos, e que Vila Bela da Santíssima Trindade e Maranhão merecem reconhecimento como Indicação Geográfica.

Palavras-chave


Cajinjin; Tiquira;Indicação Grográfica;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.008.062

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)