REFLEXÕES SOBRE AS COMPETÊNCIAS DOS NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Vivian Costa Alves, Gesil Sampaio Amarante Segundo, Renelson Ribeiro Sampaio

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo discutir as competências atribuídas aos Núcleos de Inovação Tecnológica – NIT - por meio da Lei de Inovação (Lei 10.973/2004). Ficou evidenciado que as responsabilidades mínimas atribuídas na legislação são insuficientes, na maior parte das situações, em particular quando não há, no sistema local de inovação, estrutura que opere no suporte ao relacionamento academia-empresas e no planejamento estratégico do próprio sistema. Na prática, os NITs possuem tarefas bem mais complexas a serem executadas para viabilizar as políticas institucionais de inovação do que as previstas pela atual legislação.

Palavras-chave


Núcleo de Inovação Tecnológica, Sistemas Locais de Inovação, Lei de Inovação

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, V.C; ANTONIO, L.Q; ROCHA NETO, I. Gestão do Conhecimento e os Núcleos de Inovação Tecnológica. In: ROCHA NETO, I. & ALONSO, L. B. N (orgs). Gestão do Conhecimento: o olhar da complexidade. Brasília. Paralelo15, 2001.

BAHIA. Lei 11.174 de 09 de dezembro de 2008. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica em ambiente produtivo no estado da Bahia e dá outras providências. Disponível em:< http://www.prppg.univasf.edu.br/arquivo/legislacao/L_11.174-09-12-2008.pdf>. Acesso em: 03 mar. 2012.

BECKER, B.; KRIEGER, E. M.; VIOTTI, E.; RIZZO, F.; FRANÇA, J. G. E.; MOREIRA, I. C.; AUDY, J. N.; FREITAS, L. C.; DAVIDOVICH, L.; GUSMÃO, R. Livro Azul da Quarta Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável. CGEE. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Brasília, 2011. 99p.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei 2.177 de 2011. Institui o Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2014.

BRASIL. Lei n.10.973, de 2 de dezembro de 2004. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 09 mar. 2012.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Política de propriedade intelectual das instituições científicas e tecnológicas do Brasil: relatório Formict 2012 – Brasília: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, 2013. Disponível em: Acesso em: 01 jul. 2013.

CAMPOS, I. F. A. Estudo comparativo entre os mecanismos de criação dos Núcleos de Informação Tecnológica Industrial, dos Núcleos de Apoio ao Patenteamento/Escritórios de Transferência de Tecnologia e dos Núcleos de Inovação Tecnológica. 2014. 47f. Dissertação (Mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Inovação) - Instituto Nacional da Propriedade Industrial, INPI, Rio de Janeiro, RJ, 2014.

LOTUFO, R. A. A Institucionalização de Núcleos de Inovação Tecnológica e a Experiência da Unicamp. In: SANTOS, M. E. R.; TOLEDO, P. T. M.; LOTUFO, R. A. (orgs). Transferência de Tecnologia: estratégias para a estruturação e gestão de Núcleos de Inovação Tecnológica. Campinas, SP, Komedi, 2009.

SANTOS, M. E. R. Boas práticas de gestão em Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT). In: SANTOS, M. E. R, TOLEDO, P. T. M, LOTUFO, R. A. (orgs). Transferência de Tecnologia: estratégias para a estruturação e gestão de Núcleos de Inovação Tecnológica. Campinas, SP. Komedi, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.008.068

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)