MAPEAMENTO TECNOLÓGICO DA UTILIZAÇÃO DA GLICERINA COPRODUTO DA PRODUÇÃO DO BIODIESEL NA REMEDIAÇÃO DE ÁREAS IMPACTADAS POR ATIVIDADES PETROLÍFERAS

Landson Soares Marques, Olívia Maria Cordeiro de Oliveira, Cristina M. Quintella

Resumo


Acredita-se que a crescente utilização do biodiesel irá saturar o mercado com o seu principal co-produto, a glicerina. Apesar de já existirem inúmeros destinos para esse rejeito, há a necessidade de incorporar o mesmo em outras técnicas ou processos. Este trabalho tem como objetivo possibilitar uma maior compreensão acerca das tecnologias já existentes referentes à utilização da glicerina, co-produto da produção do biodiesel. O estudo analisará a evolução anual dos depósitos, a inter-relação das patentes com diferentes aplicações que envolvem a glicerina, os países que mais depositaram patentes utilizando a glicerina e o que ainda pode ser desenvolvido através do aproveitamento desse co-produto. Para tanto, realizou-se uma busca por patentes através da base European Patent Office (EPO), usualmente escolhida para varredura de tecnologias. As 1233 patentes encontradas mostraram algumas das aplicações possíveis da glicerina, métodos de obtenção da mesma e como modificar algumas de suas propriedades químicas, através de reações. Apesar da glicerina já ter sido utilizada em processos de biorremediação em áreas contaminadas por poluentes orgânicos, observou-se que ainda não existe nenhuma patente depositada utilizando a glicerina como fluido de lavagem para remediação ex situ de solos.

Palavras-chave


Glicerina, Biodiesel, Remediação, Solo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.008.034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)