ETANOL NO BRASIL: EVOLUÇÃO DO PATENTEAMENTO DE TECNOLOGIAS DE FERMENTAÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ETANOL COMBUSTÍVEL DE CANA-DE-AÇÚCAR NO PERÍODO DE 2007 A 2014

Cecilia Hasner, Douglas Alves Santos, Araken Alves de Lima

Resumo


É realizada uma análise do panorama tecnológico atual do etanol combustível de cana-de-açúcar no Brasil a partir da análise de documentos de patentes depositados no país, especificamente, para os processos de fermentação, considerando a 1ª geração e 2ª geração separadamente. Os resultados apontam para uma retração de investimentos na proteção intelectual das tecnologias de fermentação no Brasil após 2008, mas, também identificam grandes players internacionais no campo das biotecnologias atuando no contexto nacional. Este resultado reforça a constatação sobre o salto tecnológico na produção de etanol de cana-de-açúcar, através da utilização da conversão de matéria lignocelulósica do bagaço de cana em etanol (2ª geração). Neste contexto, a presente análise se mostrou relevante para fornecer uma visualização consolidada do cenário de tecnologias de produção de etanol via decomposição microbiológica (1ªGeração) e das rotas enzimáticas (2ªGeração), bem como uma melhor compreensão da estrutura de mercado da cadeia produtiva do etanol.

Palavras-chave


etanol, biocombustível, patente, panorama tecnológico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.001.015

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)