INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA SIDERÚRGICA BRASILEIRA: UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS CLASSES DE PATENTES EM METALURGIA DE FERRO

Rafael Kirst, Fábio Lopes Pinto

Resumo


Este trabalho propõe-se a fazer uma análise qualitativa das patentes nas principais classes das patentes em siderurgia depositadas no Brasil nos últimos anos, tendo em mente considerações teóricas de autores da economia evolucionária e o ambiente macroeconômico pós-crise econômica de 2008. Para tal, foi feito um levantamento dos quatro campos tecnológicos em metalurgia do ferro com maior número de patentes entre 2005 e 2013, sendo posteriormente analisado o conteúdo tecnológico contido nos documentos de patente. Com este trabalho foi possível detectar números que refletem as estratégias de patenteamento das principais empresas, os países mais atuantes no setor e as tecnologias preferencialmente patenteáveis, fornecendo informações importantes para que as firmas brasileiras de siderurgia possam melhor compreender o ambiente tecnológico e formular suas estratégias de inovação e gestão de propriedade intelectual.

Palavras-chave


Patentes; Siderurgia; Inovação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/S.CPROSP.2014.007.039

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)