PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA NO BRASIL: UM MAPEAMENTO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL NOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO

Cláudia Cardinale Nunes de Menezes, Jânia Reis Batista, Ruth Sales Gama de Andrade, Carlos Gomes da Silva Júnior, Antônio Marcos de Andrade, Danilo Felipe Viana Munduruca

Resumo


Descreve e analisa Propriedades Industriais (patentes, marcas e softwares) depositadas/registrados pelos Institutos Federais de Educação, Ciência, e Tecnologia (IFs), considerando o corte temporal de 2006 a 2013. A identificação foi realizada por meio de busca na Base de Dados do INPI, a expressão de busca foi “Instituto and Federal and Educação” no campo nome do depositante/titular. O levantamento na base do INPI identificou 87 patentes depositadas (2006 a 2013), 34 marcas (2010 a 2013), 48 softwares (2010 a 2013). As Propriedades Industriais são elencadas segundo dois conjuntos de variáveis: relacionadas ao próprio tipo de documento (patente, marca, software), e quanto a sua distribuição geográfica, titulares, inventores, data de depósito. A Região Nordeste se destaca como maior depositante.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2015.008.003

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)