ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE COMPOSTOS FENÓLICOS EM VINHOS TINTOS: BUSCA EM BASES CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS

Luísa Costa de Oliveira, Amanda Desireux Barcellos, Bruna Aparecida Santos Machado, Janice Izabel Druzian

Resumo


A produção de compostos fenólicos é realizada por diversos vegetais, variando em quantidade de acordo com as condições de cultivo e produção dos alimentos. As uvas e os vinhos são fontes desses compostos. Este trabalho teve por objetivo realizar um levantamento das pesquisas
desenvolvidas acerca da atividade antioxidante de compostos fenólicos em vinhos tintos. Primeiramente, foi realizada uma busca geral sobre a atividade antioxidante dos vinhos tintos e os compostos fenólicos de maior ocorrência, para então, dar ênfase a esta ocorrência em vinhos tintos de origem nacional estabelecendo uma comparação. Observou-se que para vinhos tintos de modo
geral, a atividade antioxidante de compostos fenólicos está bem documentada. Porém, quando limitada à pesquisa a produção brasileira de vinhos tintos, nota-se uma escassez no depósito de patentes e pesquisas científicas. Os vinhos tintos brasileiros encontram-se em nível de qualidade
comparável aos grandes produtores mundiais da bebida, sendo necessário maior exploração deste potencial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v5i4.11476

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)