ESTUDO PROSPECTIVO DO “SHELF LIFE” DOS ALIMENTOS ACONDICIONADOS EM EMBALAGENS E TECNOLOGIAS CORRELATAS SOB O ENFOQUE EM PEDIDOS DE PATENTES DEPOSITADOS NO MUNDO ENTRE 1969 A 2011

Candice Vieira Braga Negreiros, Alaíse Gil Guimarães, Janice Izabel Druzian

Resumo


Na indústria competitiva de produtos e serviços, a qualidade vem conquistando posições no mercado, no que diz respeito ao acondicionamento e preservação de alimentos. Com isso, uma
tendência do setor alimentício em busca de desenvolvimento de novas tecnologias para processamento e acondicionamento destes produtos. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi
realizar um estudo de prospecção na área de embalagens que visam aumentar o “shelf life” dos alimentos. Foi realizada a busca com combinação de códigos de Classificação Internacional de Patentes (IPC), nas quais os documentos relativos a esta tecnologia estão classificados, e um conjunto de palavras-chave que descrevem a tecnologia pesquisada. Os Estados Unidos é o país com maior número de patentes depositadas nesta área. Cerca de 71% das patentes são de empresas, mostrando uma grande preocupação principalmente com tecnologia de embalagens para produtos perecíveis. O Brasil ainda possui uma participação muito baixa, que em depósitos de patentes na
área pesquisada, podendo ser justificado pelo fato de ainda não possuir uma maturidade em relação ao sistema de inovação.

Palavras-chave


embalagens ativas; alimento seguro; inovação; patentes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v6i3.11416

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)