ANÁLISE DO GRAU DE INOVAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERGIPANAS SOB O PRISMA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Diego Araujo Reis, Manoel Messias da Silva Oliveira

Resumo


O bom desempenho das empresas é obtido por meio de uma gestão inovadora e eficiente. A realização do Planejamento Estratégico (PE) e a utilização da Tecnologia da Informação (TI) podem colaborar decisivamente para um maior grau de desenvolvimento das empresas, já que são ferramentas que favorecem a gestão do negócio. O objetivo desta investigação é verificar se as MPEs da cadeia produtiva da Tecnologia da Informação do Estado de Sergipe que executam o PE conseguem ter uma avaliação melhor nas notas do Radar Inovação, e, consequentemente, obter uma nota de avaliação superior à observada para as MPEs que não desenvolvem planejamento estratégico. O presente trabalho utilizou como recurso metodológico a pesquisa bibliográfica e de levantamento. Foram utilizadas técnicas estatísticas: Média Aritmética Simples e o Desvio Padrão. Com base nos resultado é possível identificar uma média superior na nota de grau de inovação obtida pelas MPEs que realizam o PE.

Palavras-chave


Planejamento Estratégico, Tecnologia da Informação, Micro e Pequenas Empresas; Radar da Inovação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/s.cprosp.2014.007.050

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Rede NIT-NE - Cadernos de Prospecção ISSN:1983-1358 (impresso) / ISSN: 2317-0026 (on-line)