Governança Tecnopolítica: Biopoder e Democracia em Tempos de Pandemia

Christiana Soares de Freitas, Camila Luciana Góes Capiberibe, Luísa Martins Barroso Montenegro

Resumo


O presente artigo discute possíveis convergências entre biopoder e democracia em tempos de pandemia da covid-19. São analisadas práticas de extração e apropriação de dados pessoais, justificadas por narrativas que apontam uma suposta necessidade de controle governamental sobre o comportamento dos cidadãos a partir desses dados. O artigo reflete sobre as possibilidades de aliança entre práticas biopolíticas analisadas e princípios democráticos, visando ao uso das ferramentas existentes em prol do bem-estar público. Uma das pontes de confluência para tanto é a inovação democrática. De acordo com a abordagem tecnopolítica, a inovação democrática é compreendida como um espaço sociotécnico aonde saberes, instrumentos, processos, atores e representações se encontram para a materialização da ação pública. A inovação democrática digital é o espaço mediado pela tecnologia para o mesmo fim, sistematizando demandas cidadãs e construindo espaços de confluência entre os múltiplos atores envolvidos na busca por soluções para determinado problema público. No atual contexto, as inovações democráticas tornam-se fundamentais para a implementação de mecanismos que reduzam os efeitos negativos do momento histórico vivido, atuando como meios de mitigação das consequências sociais, políticas e econômicas da pandemia.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Casa Civil da Presidência da República. Decreto nº 8.638 de 15, de janeiro de 2016. Institui a Política de Governança Digital no âmbito dos órgãos e das entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. Acesso em 2/09/2019. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/decreto/d8638.htm

CASTELLS, M. O Poder da Comunicação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

CELLAN-JONES, R. Coronavirus: Israeli spyware firm pitches to be Covid-19 saviour. BBC, 02/04/2020. Disponível em: https://www.bbc.com/news/health-52134452. Acesso em 23/04/2020.

BRAVO CRUZ, F. N. Conselhos Nacionais de Políticas Públicas e Transversalidade: (des)caminhos do desenvolvimento democrático. Brasília, 2017. Tese (Doutorado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional) – Universidade de Brasília.

EVANGELISTA, R. A distopia da aceleração está a caminho? Outras Palavras (site), em 02 de Abril de 2020. Disponível em: https://outraspalavras.net/tecnologiaemdisputa/a-distopia-da-aceleracao-esta-a-caminho/

FOUCAULT, M. The Birth of Biopolitics: Lectures at the Collège de France, 1978-1979. Basingstone: Palgrave Macmillan, 2008.

______________. Society Must Be Defended: Lectures at the Collège de France, 1975-1976. Nova York: Picador, 2003.

______________. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 4° ed., 1984.

FREITAS. C. S.; CARDOSO, V.; ANDRADE, S. Democracy and e-Participation in Latin America and the Caribbean. Especial Gobernanza e Innovaciones democráticas en América Latina. ISSN: 2174‐9515. Vol. 6 Núm. 128-134, 2019. Disponível em: http://www.gigapp.org/ewp/index.php/GIGAPP-EWP/issue/view/59

LASCOUMES, P.; LE GALÉS, P. A Ação Pública abordada pelos seus Instrumentos. Revista Pós Ci. Soc. v.9, n.18, jul/dez., 2012a.

_______________________. Sociologia da Ação Pública. Maceió: Editora da UFAL, 2012b.

MBEMBE, A. Necropolítica. 3. ed. São Paulo: n-1 edições, 2018.

MOROZOV, E. Big tech: a ascensão dos dados e a morte da política. São Paulo: Ubu Editora, 2018.

NOVECK, B. S. Crowdlaw: inteligência coletiva e processos legislativos. Revista Esferas, n. 14, 2019. Disponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/esf/article/view/10887/6338. Acesso em 22/04/2020.

Project Safe Paths. MIT MediaLab. Disponível em: https://www.media.mit.edu/projects/safepaths/overview/. Acesso em 23/04/2020.

RONDON, T.; KOGAN, A. Covid-19: A biopolítica entre o bem estar e a privacidade. Época Negócios, em 03 de abril de 2020. Acesso em: 24/04/2020. Disponível em: https://epocanegocios.globo.com/colunas/Multidoes/noticia/2020/04/covid-19-biopolitica-entre-o-bem-estar-e-privacidade.html

RONDON, T. Não precisamos da sua geolocalização para conter a propagação da covid-19: Tecnologia Bluetooth permite alertar pessoas sobre contato com alguém infectado sem violar a privacidade dos envolvidos. Época Negócios, em 14 de Abril de 2020. Acesso em 24/04/2020. Disponível em:

https://epocanegocios.globo.com/colunas/Multidoes/noticia/2020/04/nao-precisamos-da-sua-geolocalizacao-para-conter-propagacao-da-covid-19.html

SILVEIRA, S. A. Capitalismo de Vigilância. A terra é redonda (site), em 9 de Abril de 2020. Acesso em 24/4/2020. Disponível em: https://aterraeredonda.com.br/capitalismo-de-vigilancia/

SMITH, G. Democratic Innovations: designing institutions for citizen participation. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

SOUZA, Z. B. Perspectivas territoriais na produção da ação pública entre sociedade e estado. In: Revista Nau Social, Salvador. Vol. 09, n. 17. Novembro, 2018/Abril 2009, p. 24-32.

TAYLOR, D. Michel Foucault: conceitos fundamentais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

UN. United Nations. Report of the Working Group on Internet Governance. Disponível em:

http://www.wgig.org/docs/WGIGREPORT.pdf. Acessado em: 19/04/2020.

UN. United Nations. General Assembly. World Summit on the Information Society. Resolução da Assembléia Geral 56/183, de 31 de janeiro de 2002. New York: UN, 2002. Acesso em: 14/04/2020.

Disponível em: http://www.itu.int/wsis/docs/background/resolutions/56_183_unga_2002.pdf.

ZUBOFF, S. The age of Surveillance Capitalism: the fight for a human future at the new frontier of power. New York: Public Affairs, 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/ns.v11i20.36637

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 NAU Social

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840