Provincializando o COVID-19: Resposta ao vírus em contexto hipercomplexo

Fabrício Monteiro Neves

Resumo


A pandemia do Corona-vírus (COVID-19) representa um desafio para a sociedade mundial e para os sistemas de saúde. A doença é considerada altamente infecciosa, causadora de uma variedade de sintomas que tem levado os sistemas de saúde pelo mundo ao colapso. Grande parte dos processos sociais mobilizados pela pandemia estão enraizados nos limites dos estados nacionais, os quais não respondem igualmente a fenômenos dessa magnitude. Este ensaio busca fazer uma leitura da pandemia no Brasil, a partir da teoria dos sistemas, argumentando que a dinâmica dos sistemas sociais neste contexto global manifesta-se como expressão de complexidade desestruturada e desestruturante. Consequentemente, tem-se dificuldades de coordenação e centralização das medidas de enfrentamento no sistema de saúde. 


Palavras-chave


Corona-vírus; Teoria dos sistemas; Sociedade mundial; complexidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/ns.v11i20.36514

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 NAU Social

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840