A construção de uma pluralidade epistêmica no Campo de Públicas - observações sob o ponto de vista de trajetórias - Do Fórum à ANEPCP

Magda de Lima Lucio

Resumo


O presente ensaio reflete sobre a constituição do Campo de Públicas como um campo epistêmico estruturado por pesquisas aplicadas que intenta contribuir para o desenvolvimento nacional tendo como princípio a democracia e a inclusão social. Enfatiza-se a homologação das diretrizes nacionais de administração pública como um marco para a constituição da aproximação entre a Federação Nacional dos Estudantes do Campo de Públicas e a Associação Nacional de Profissionais do Campo de Públicas como um marco para a implementação de novas metodologias na administração pública brasileira. Enfatiza, finalmente, a necessidade de uma constituição epistêmica do que seria a constituição acadêmica de um campo de ensino e pesquisa para a gestão pública no país.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840