MEMÓRIA E FORMAÇÃO DOCENTE: UMA ANÁLISE DO SUBPROJETO PIBID DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA, ESTADO DO PARÁ.

Gerlane da Silva Ferreira, Geovanna de Lourdes Alves Ramos, Mara Rita Duarte de Oliveira, Jadson Fernando Garcia Gonçalves, Yvens Ely Martins Cordeiro

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar os resultados da pesquisa intitulada Memória docente e narrativas de resistência na Universidade, que foi desenvolvida com professores do Campus Universitário de Abaetetuba, Universidade Federal do Pará, com o objetivo central de interpretar e registrar as estratégias e dispositivos de resistência docente aos modelos impositivos de instalação da Universidade heterônoma e neoprofissional, a partir da memória docente focalizando as narrativas dos professores do Campus Universitário de Abaetetuba. Desse modo, verificamos que os professores baseiam-se na reflexão como forma de vivenciar e compreender a esfera do mundo da vida e do sistema, utilizando-se do trabalho intelectual como atividade de produção do conhecimento e da ação comunicativa para compartilhar da mesma linguagem, em uma estrutura dinâmica suscetível de inovações que possibilita a transformação da experiência humana na ação individual e coletiva.

Palavras-chave


Memória – Resistência – Universidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840