Escola Hamborn - Relato de prática sobre Representações Sociais da Educação e da Pedagogia Waldorf na Alemanha

Lígia Alvares Mata Virgem

Resumo


O presente trabalho é um relato de experiência a partir de um estudo de caso realizado na Ru-dolf-Steiner Schule Schloss Hamborn em Buren, oeste da Alemanha durante a Residência Social do Mestrado Multidisciplinar em Desenvolvimento e Gestão Social, bem como um estudo através de observação e interação com o contexto no qual a escola está inserida: terri-tório, cultura, sujeitos e representações sociais. A pesquisa foi do tipo etnografia tendo parti-cipado 15 estudantes da escola, 2 moradores de Paderborn - cidade onde Haborn está localizada – os quais acolheram a pesquisadora na residência e 1 morador da cidade de Frankfurt. O objetivo deste estudo foi compreender a cultura alemã, a prática pedagógica da escola e suas representações sociais na estrutura educacional da Alemanha. Foram utilizadas como estratégias de coleta de dados a observação-participante e pesquisas bibliográficas como forma de contribuir na compreensão do fenômeno. A partir deste trabalho foi possível ampliar a compreensão das representações sociais da Alemanha pelo olhar estrangeiro, do sistema educacional alemão e da representatividade subversiva da pedagogia Waldorf dentro do sistema educacional alemão. Como também foi possível perceber a importância do o papel do educador como coach social na Escola Hamborn para o desenvolvimento da cidadania através de práticas laborais e o (re)significado do trabalho como espaço de arte, expressão de talentos, realização pessoal e exercício da cidadania.

Palavras-chave


Escola Hamborn - Um Estudo de Caso sobre Representações Sociais da Educação e da Pedagogia Waldorf na Alemanha e o papel do educador como coach social no formação profissional cidadã

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840