Gestão Social nas Finanças Solidárias: Reflexões sobre a Necessidade da Avaliação da Utilidade Social dos Bancos Comunitários de Desenvolvimento no Brasil

Jeová Torres Silva Jr, Ariádne Scalfoni Rigo, Ósia Alexandrina Vasconcelos Duran Passos

Resumo


O principal propósito deste texto é expor e refletir acerca das questões essenciais em torno das quais deve assumir a utilidade social como enfoque central na avaliação dos Bancos de Comunitários de Desenvolvimento (BCD) no Brasil, em especial aos aspectos relacionados ao valor social e ao benefício coletivo que geram os BCD nos territórios os quais estes bancos estão implantados. Em paralelo a isto, neste texto serão discutidos o distanciamento que existe entre os BCDs, os bancos comerciais e mesmo em relação a outras experiências na área das microfinanças e evidenciar uma caracterização geral das práticas de BCDs e o que os torna tão peculiares ao ponto de se ter que recorrer a compreensão da utilidade social destes bancos comunitários para se poder exprimir sua viabilidade e sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840