A Dádiva como recurso metodológico na Gestão Social

Rodrigo Burkowski, Ana Alice Vilas Boas

Resumo


A discussão apresentada neste artigo visa esclarecer as possíveis contribuições da Dádiva para as ciências sociais, no aspecto geral, e para a Gestão Social em particular. O trabalho apoia-se em revisão bibliográfica, com destaque para as obras de Mauss, Godbout, Caillé, Martins, Freitas, Constantino e Reinhardt. Para esses autores o paradigma insere-se em uma tradição que afirma que as ciências sociais permite uma crítica radical ao utilitarismo generalizado. Contudo, para isso, deve apresentar dispositivos metodológicos capazes de fornecer novas chaves analíticas necessárias para uma descrição do funcionamento da democracia e da cidadania, a partir dos sistemas sociais concretos. O trabalho, ao apresentar uma discussão sobre teoria, método e paradigma da Dádiva, colabora para resgatar esse fenômeno e assim contribuir para uma melhor compreensão da Gestão Social.

Palavras-chave


Gestão Social; Dádiva; Teoria

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840