O planejamento turístico participativo na gestão do Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes/MG

Frederico Ferreira de Oliveira, Andréa Márcia Santiago Lohmeyer Fuchs

Resumo


O setor do turismo, que começar a se consolidar como uma das temáticas da gestão social, em função de sua organização possui uma gama de diferentes atores públicos, privados e civis com interesses específicos, o que de certa forma faz com que atuem de maneira isolada e sem a preocupação formal de se comprometer com a geração de alternativas para o desenvolvimento social e para a melhora da realidade local. Para tanto a temática do planejamento turístico participativo se inscreve como de extrema atualidade ao propor que novos arranjos institucionais possam ser viabilizados para que a gestão turística seja empreendida em favor de todos e por todos os atores sociais envolvidos. Esta pesquisa apresenta como objetivo geral compreender como planejamento turístico participativo está efetivado a partir da realidade do Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes, estado de Minas Gerais a partir dos documentos legais (estatuto, regimento interno) que visam à gestão da atividade turística regionalizada. Baseando-se no estudo de caso, a partir da leitura dos documentos institucionais do Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes, foi possível perceber que novos processos gestionários estão sendo efetivados na realidade brasileira, possibilitando assim que o planejamento turístico possa gerar a participação e o envolvimento dos diferentes atores sociais engajados na realidade local.

Palavras-chave


planejamento turístico participativo; Minas Gerais; Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840