A Gestão Social como alternativa gerencial em organizações do terceiro setor: o caso da Associação dos Amigos do Hospital Universitário

Anderson Sasaki Vasques Pacheco, Karin Vieira da Silva, Luis Moretto Neto, Emilie Michels

Resumo


O presente estudo buscou apontar e refletir sobre os aspectos gestão social e da gestão estratégica observados nas práticas de uma organização do terceiro setor. Para o alcance desse objetivo foi analisada a instituição Associação dos Amigos do Hospital Universitário, utilizando o escopo paradigmático da Gestão Social, delimitando seus apontamentos epistemológicos, conceituais e metodológicos propostos pelos autores semânticos do tema como Dowbor (1999), França Filho e Schommer (2008), Fischer (2002) e Tenório (2005). Os procedimentos metodológicos se caracterizaram quanto a sua natureza como qualitativo e estudo de caso, e quanto aos meios de obtenção dos dados foram utilizados o bibliográfico, documental e entrevistas semi-estruturadas. A análise de dados teve teor crítico-reflexivo, confrontando teoria e prática, utilizando a metodologia de análise de conteúdo proposta por Bardin (2004). No caso atual, constatou-se a existência tanto de traços da gestão estratégica, quanto do paradigma confrontante da gestão social, sendo a estratégica predominante no âmbito administrativo, e a social preponderante nos grupos de visitação dos voluntários. Nesse sentido, a mudança cultural se apresenta como principal desafio a ser enfrentado, imprescindível para consolidação de práticas de gestão mais adequadas às necessidades da organização para que princípios de emancipação, participação e igualdade passem a ser imperativos de gestão.

Palavras-chave


Gestão Social; Organizações do Terceiro Setor; Voluntariado.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840