CULTURA ORGANIZACIONAL E CULTURA BRASILEIRA: COMPREENDENDO AS FRAGILIDADES DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO

José Roberto Pereira, Airton Cardoso Cançado, Flávia Oliveira Rodrigues, Edimilson Eduardo da Silva

Resumo


Cultura organizacional é um tema muito pouco explorado nos campos prático e teórico em cooperativas, mas de grande relevância para a gestão deste tipo de organização. Procura-se compreender que elementos teóricos da cultura brasileira podem servir de referência para analisar a cultura nas organizações cooperativas. A metodologia está fundamentada no método comparativo de análise teórica, a partir da definição de categorias analíticas que servem de referência para caracterizar a cultura brasileira, e nos princípios universais do cooperativismo como categorias que servem para caracterizar a estrutura da organização cooperativista. Parte-se do pressuposto de que os princípios universais do cooperativismo não são suficientes para estabelecerem vínculos identitários entre seus membros, recorrendo-se aos valores da cultura brasileira para estabelecer laços de sociabilidade. Portanto, pode-se afirmar que os princípios cooperativistas terão êxito à medida que o contexto cultural esteja mais próximo da democracia, especialmente a democracia participativa ou deliberativa.

Palavras-chave


Cultura Brasileira; Cultura Organizacional; Cooperativas; Gestão Social; Organizações Sociais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840