Il contributo del Crime Mapping alle attività di Sicurezza Urbana

Fábio Sebastiani

Resumo


O Crime Mapping é a descrição da distribuição geográfica dos fatos de reato no espaço. Mais precisamente, é um sistema de técnicas de levantamento de todos aqueles fenômenos ligados a certo âmbito geográfico que determinam a solicitação de uma intervenção por parte das agências de controle policial, seja de caráter preventivo que repressivo. O instrumento Crime Mapping, o qual se baseia na utilização de instrumentos de GIS (Geographic Information System), permite de individuar um determinado fenômeno e hipotizar as relações entre tal fenômeno e algumas características físico-ambientais que podem favorecê-lo. As potencialidades deste instrumento o indicam para o suporte a decisão para atores de decisões políticoadministrativas (policy maker) e para a otimização do emprego das forças de polícia. O Crime Mapping permite a criação de específicas cartas topográficas sobre as quais são georreferenciados os eventos criminais, ou eventos considerados socialemnte relevantes, que são identificados como hotspots, com o objetivo de produzir uma visão global do contexto geográfico de interesse. Com isto, defende-se o planejamento uma intervenção sob a ótica multidisciplinar que envolva todos os sujeitos interessados na redução da criminalidade e na construções da segurança urbana

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. ISSN: 2237-7840