LEITURAS POSSÍVEIS DAS CARTAS 76 DO APFB E 79 DO ALS: ESBUGALHADO

Angelo de Souza Sampaio

Resumo


Resumo: Buscando simplificar a leitura da carta 76 do Atlas Prévios dos Falares Baianos (APFB), publicado em 1963 por Nelson Rossi, e da carta 79 do Atlas Linguístico de Sergipe (ALS), de 1987, de autoria de Carlota Ferreira e outras, ambas compostas dos resultados linguísticos obtidos através de inquéritos realizados in loco, visando encontrar lexias utilizadas para designar o olho saliente (esbugalhado), e no intuito de torná-las de fácil acesso a qualquer tipo de leitor, o presente trabalho espera sugerir três generalizações de tais cartas linguísticas: a) do fonético para o grafemático; b) do grafemático para o simbólico; c) do simbólico para possíveis isoglossas. A tempo, algumas interpretações da provável origem ou da conceitualização de determinadas lexias, presentes nas cartas, também será objeto de análise ao longo deste artigo, assim como a verificação da dicionarização destes termos. Por fim, pretende-se propor a junção das duas cartas, cartografando os dados encontrados nos estados da Bahia e de Sergipe em um único mapa geográfico, de modo a confrontar a possibilidade de semelhanças e/ou divergências entres os falares dos dois estados.


Palavras-chave


Geolinguística; APFB; ALS; Olho Saliente; Esbugalhado.

Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é, como se faz. 47 ed. São Paulo, SP: Loyola, 2006.

BECHARA, Evanildo. Gramática fácil. 1. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014.

CARDOSO, Suzana Alice Marcelino da Silva. Caminhos da Dialetologia brasileira. In: HORA, Dermeval da; ALVES, E. F.; ESPINDOLA, L. C. (Org.). ABRALIN: 40 anos em cena. 1ed. João Pessoa: Editora Universitária, 2009, v. 1, p. 137-171.

CARDOSO, Suzana Alice. Geolinguística: tradição e modernidade. São Paulo, Parábola Editorial, 2010.

CORREA, Manoel Pio. Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, 1926.

CRUZ, G. L. Dicionário das plantas úteis do Brasil. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda; FERREIRA, Marina Baird; SILVEIRA, Alzira Malaquias da (Coord.). Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. Curitiba, PR: Positivo, 2004.

FERREIRA, Carlota et all. Atlas Lingüístico de Sergipe: (Cartas I-XI e I-156). Salvador: Aracaju: UFBA, FUNDESC, 1987.

FERREIRA, Carlota; CARDOSO, Suzana Alice. A dialetologia no Brasil. São Paulo: Contexto, 1994.

FRANCO, Cid Barros. Dicionário de expressões populares brasileiras. São Paulo, SP: Unidas, [19--?].

HOUAISS, Antonio; VILLAR, Mauro; FRANCO, Francisco Manoel de Mello. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro, Objetiva: 2009.

MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia. Uma leitura da carta 99 do Atlas prévio dos falares baianos. In: Carlota Ferreira. (Org.). Diversidade do português do Brasil. Salvador: UFBA/PROED, 1988, v. 1, p. 53-66.

VASCONCELLOS, José Leite de. Esquisse d’une dialectologie portugaise. 3. ed. Lisboa: Instituto Nacional de Investigação Científica; Centro de Linguísticaa da Universidade de Lisboa, 1987.

ROSSI, N. Atlas prévio dos falares baianos: introdução, questionário comentado, elenco das respostas transcritas. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1963.

ROSSI, N. Atlas prévio dos falares baianos. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1963.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Inventário. ISSN: 1679-1347

Instituto de Letras. Rua Barão de Jeremoabo, nº 147 CEP: 40170-115
Campus Universitário Ondina, Salvador-BA
Telefone Geral: 55-71-3283-6256

Créditos da capa: Leila França Rocha (vencedora de concurso realizado no ILUFBA em 2002).