A Influência de Paul Hindemith na Sonata para Trompete e Piano, de José Alberto Kaplan

Gláucio Xavier da Fonseca

Resumo


Neste artigo é feita a análise comparativa entre o primeiro movimento da Sonata para Oboé e Piano, do compositor alemão Paul Hindemith, e o primeiro movimento da Sonata para Trompete e Piano, de José Alberto Kaplan. Com demonstração pormenorizada do processo intertextual utilizado por Kaplan, procura-se mostrar o processo de manipulação dos textos musicais da obra de Hindemith, transformando-os e aplicando-os na construção do primeiro movimento de sua Sonata para Trompete. Identificam-se os elementos de partida e suas influências na elaboração do novo texto musical, assim como se esclarece a elaboração motívico-temática, estudando os aspectos rítmicos e melódicos correspondentes ao primeiro movimento da obra. Comprova-se que, mesmo utilizando um processo intertextual, Kaplan conseguiu imprimir características estilísticas próprias no desenvolvimento melódico da sua obra.

Palavras-chave


Intertextualidade; análise musical; sonata para trompete e piano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/ictus.v13i2.34401

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ICTUS Music Journal Versão digital do Periódico ICTUS
ISSN: 1516-2737 | e-ISSN: 2238-6599

2020 © ICTUS Music Journal