INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE COMO INSTRUMENTOS PARA AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E SUA APLICAÇÃO NA CIDADE DE SALVADOR-BA

Roberta Fechine, Luiz Roberto Santos Moraes

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar o processo de elaboração de uma matriz de indicadores de
sustentabilidade de coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos e sua aplicação na cidade de Salvador-BA,
bem como determinar o Grau de Sustentabilidade (GS) da coleta seletiva. A construção da matriz preliminar
foi baseada na revisão bibliográfica em bases públicas e literatura acadêmica sobre os indicadores de
sustentabilidade de coleta seletiva. A matriz preliminar foi composta por quatro dimensões da
sustentabilidade, 24 indicadores e 72 tendências, e sua validação externa foi realizada por meio de duas
rodadas do método Delphi. Após o processo de validação externa, a matriz final de indicadores de
sustentabilidade de coleta seletiva foi composta por 22 indicadores e 69 tendências. A aplicação da matriz
foi realizada na cidade de Salvador-BA, sendo encontrado o grau de sustentabilidade da coleta seletiva de
4,45, o que corresponde a uma baixa sustentabilidade.

Texto completo:

PDF () PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17565/gesta.v2i1.9223

E-mail:  revista.gesta@ufba.br

https://www.facebook.com/Revista.Gesta1/

ISSN Eletrônico: 2317-563X