APLICAÇÃO DE SISTEMAS DE WETLANDS CONTRUÍDOS OPERANDO COMO UNIDADES DE POLIMENTO DE EFLUENTES DE REATORES UASB

Luciano Matos Queiroz, Lara Lessa Feijó, Paula Góis de Lima, Luciano de Souza Ferreira, Thaís Andrade de Sampaio Lopes

Resumo


O presente trabalho objetivou a realização de uma análise crítica sobre a aplicação de wetlands construídos
como unidades de polimento de efluentes de reatores UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket Reactors).
O estudo foi realizado a partir de informações e dados obtidos por meio de trabalhos técnicos e científicos
publicados entre os anos de 2000 e 2009, os quais estudaram a capacidade de degradação da matéria
orgânica e o grau de remoção de nutrientes em sistemas de wetlands construídos exclusivamente para
essa finalidade. Foi realizada uma análise estatística relacionando cada um dos parâmetros chave adotados
nos projetos dos sistemas (taxas de aplicação superficial, tipos de substrato e macrófitas) com a eficiência
de remoção de poluentes. As técnicas utilizadas para verificação da correlação entre as variáveis estudadas
foram a estatística descritiva e análise de regressão linear multivariada. Todos os dados foram tratados em
nível de significância de 95%. Os resultados permitiram concluir que, de maneira geral, os sistemas de
wetlands construídos estudados apresentaram valores médios de eficiência de remoção de 78,3%, 54,4% e
66,9% para matéria orgânica, medida como DQO, Nitrogênio Total Kjedhal (NTK) e fósforo (P),
respectivamente. O excelente desempenho da tecnologia para remoção de DQO foi ratificado pelo teste de
hipótese. Os resultados mostram que o tipo de substrato utilizado (areia e brita) não é significativo para a
obtenção de elevadas eficiências e remoção de poluentes nos sistemas; por outro lado, o tipo de macrófita
utilizado mostrou-se relevante para a remoção de NTK e P.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17565/gesta.v2i1.8325

E-mail:  revista.gesta@ufba.br

https://www.facebook.com/Revista.Gesta1/

ISSN Eletrônico: 2317-563X