ANÁLISE DE PLANOS DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE EM HOSPITAIS EM SALVADOR, BAHIA

Debora Maria Oliveira Cruz Vilela, Severino Soares Agra Filho

Resumo


O Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), baseado nos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), visa a minimizar a geração de resíduos, realizar um descarte correto no ambiente, proteger a saúde e prevenir acidentes. Diante da obrigatoriedade de sua elaboração, este artigo tem por objetivo apresentar o resultado da pesquisa realizada sobre a análise da aplicação dos PGRSS em hospitais em Salvador, Bahia. Como procedimentos metodológicos, foram realizadas pesquisas bibliográfica e documental, observação em campo e entrevistas. Os resultados permitiram constatar a fragilidade e precariedade da qualidade das informações e dos procedimentos de gerenciamento especificados nos Planos. Os principais pontos desfavoráveis encontrados nos PGRSS, como a ausência de quantificação dos RSS gerados, a segregação deficiente e o armazenamento externo, representam deficiências que põem em risco a saúde e o meio ambiente. Assim, conclui-se que os PGRSS não atendem totalmente aos propósitos estabelecidos nas legislações e normas vigentes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gesta.v7i7.28072

E-mail:  revista.gesta@ufba.br

https://www.facebook.com/Revista.Gesta1/

ISSN Eletrônico: 2317-563X