CARACTERIZAÇÃO DE LODOS DE TANQUES SÉPTICOS EM UM CAMPUS UNIVERSITÁRIO

Bianca Lima e Santos Figueiredo

Resumo


Este trabalho objetivou o melhor conhecimento da qualidade do lodo acumuladoem tanques sépticos em função das origens de laboratórios, cozinha e sanitários delocais específicos no campus universitário. Para isto, realizou-se a caracterização físicoquímicae microbiológica desses Iodos. Os parâmetros analisados foram pH, DBO,DQO, sólidos suspensos, sedimentáveis, totais, fixos e voláteis, COT, NTK, NNH3,fosfato, lipídios, ovos de Helmintos, Coliformes Totais e Termotolerantes para adeterminação de indicadores de contaminação fecal e E. coli e Salmonella spp. com ointuito de determinar a concentração de micro-organismos patogênicos. Os resultadosevidenciaram uma grande variabilidade nos teores encontrados para os diferentesparâmetros estudados, devido à grande heterogeneidade dos resíduos líquidos que osgeraram. Os Iodos tem potencial de uso agronômico pela presença de nutrientes, desdeque haja tratamento prévio por conta das altas concentrações de micro-organismospresentes nos mesmos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17565/gesta.v2i2.12802

E-mail:  revista.gesta@ufba.br

https://www.facebook.com/Revista.Gesta1/

ISSN Eletrônico: 2317-563X