Por uma arquitetura engajada

Maria Encarnação Beltrão Spósito

Resumo


A Arquitetura é vista, neste texto, como uma possibilidade de se compreender o mundo contemporâneo e, sobretudo, de repensá-lo, se queremos contribuir para a construção de um futuro com maior equidade, nele incluído o respeito às diferenças. Nessa perspectiva, uma Arquitetura engajada teria que considerar sempre o Urbanismo, no sentido de compreender a cidade, como nível de determinação do movimento da Sociedade e não apenas como um cenário em que múltiplas linguagens se expressem. Por seu caráter de ensaio, o texto tem mais o papel de levantar questões e estimular o debate, do que apresentar resultados ou respostas.

Abstract

FOR AN ENGAGED ARCHITECTURE

Architecture is seen in this paper as a possibility to understand and, above all, to rethink the contemporary world so that we can contribute for the construction of a more equitable future where the differences are respected. From this perspective, an engaged architecture would have always to consider Urbanism so as to understand the city as a level of settling Society’s movement and not only as a scenario where multiple languages are expressed. As it is an essay, the text aims more at raising questions and stimulating debate than at presenting results or answers.

Palavras-chave


Arquitetura engajada; Urbanismo engajado; Arquitetura e linguagem / Engaged Architecture; Engaged Urbanism; Architecture and language

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1984-5537geo.v5i2.3784

    

Indexadores:
        

        
 

GeoTextos.
ISSN eletrônico: 1984-5537
ISSN impresso: 1809-189X