Lutas urbanas na metrópole de Curitiba: moradia popular, ocupações de terra e resistências

Danilo Volochko

Resumo


As formas de exploração e expropriação na cidade implicam o surgimento de ocupações de terrenos e imóveis em áreas periféricas e centrais. Em Curitiba, favelas, bairros sem infraestrutura, conjuntos habitacionais, terrenos e edifícios desocupados fazem parte de vários processos e temporalidades que emergem da cidade miticamente tomada como modelo de planejamento urbano. A pesquisa visa analisar as ocupações de terra organizadas de forma a compreender seus elos com a reprodução da metrópole, revelando a escala do lugar, da vida cotidiana, da sociabilidade nessas ocupações, suas estratégias de organização sociopolítica e de resistência, evidenciando as lutas urbanas como amálgama entre particularidades locais e processos globais e situando o debate na materialização do direito à cidade.

Abstract

URBAN STRUGGLES IN CURITIBA METROPOLIS: POPULAR HOUSING, LAND OCCUPATIONS AND RESISTANCE

The forms of exploitation and expropriation in the city imply the emergence of land and buildings occupations in peripheral and central areas. In Curitiba, slums, neighborhoods without infrastructure, popular housing, vacant land sites and buildings make part of multiple processes and temporalities that emerge of the city which is mythically taken as urban planning model. The research seeks to analyze organized land occupations in order to understand its links with the reproduction of the metropolis, revealing the scale of the place, of everyday life, of sociability in these occupations, their socio-political organization strategies and resistance, revealing urban struggles as an amalgam between local particularities and global processes, placing the debate in the realization of the right to the city. Key-words: urban struggles, production of space, land occupations, spatial justice.

Palavras-chave


Lutas urbanas; Produção do espaço; Ocupações de terra; Justiça espacial / Urban struggles; Production of space; Land occupations; Spatial justice

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1984-5537geo.v12i1.14031

GeoTextos. ISSN eletrônico: 1984-5537
                 ISSN impresso: 1809-189X