Educação (in)formal do campo na lógica do capital agroindustrial no Oeste do Paraná

Marilucia Ben, Carmen Rejane Flores Wizniewsky

Resumo


O artigo é resultado de estudos referentes à educação cooperativista no Oeste do Paraná, educação essa desenvolvida pelo próprio cooperativismo empresarial. O objetivo é entender as relações de qualificação/desqualificação presentes na educação (in)formal e voltada para o capital/consumo com vistas ao agronegócio. Na relação dialética entre campo/agroindústria, os trabalhadores do campo (estes chamados de integrados/ cooperados) vêm, constantemente, se qualificando/desqualificando para atender aos interesses da (re)produção do capital impostos pelos complexos agroindustriais e também para atender às exigências do mercado internacional. Ao mesmo tempo em que os trabalhadores se qualificam/desqualificam, vivem processos contraditórios e de confronto nas relações sociais de produção. Compreender como as famílias integradas/cooperadas e também os trabalhadores da agroindústria são escolarizados para atender aos interesses do capital agroindustrial da região Oeste paranaense, esse é, então, o objetivo geral do estudo aqui em questão. A área de estudo compreende o Oeste do Paraná, caracterizado pela forte presença agroindustrial, além do significativo setor de comércio e serviços, setores voltados, em parte, para atender às demandas das agroindústrias. A pesquisa abrange o período de 1960 a 2010, caracterizado por profundas transformações no campo, resultado da reestruturação produtiva entre capital/trabalho.

Abstract

(IN)FORMAL RURAL EDUCATION IN THE AGRO-INDUSTRIAL CAPITAL OF WESTERN PARANÁ

This article is the result of studies on cooperative education in western Paraná provided by business cooperatives, where the objective is to understand the qualification/disqualification relationships present in (in)formal education in agribusiness focused on capital and consumption. In the dialectic relationship between the rural environment and agro-industry, field workers (called integrated/associated workers) are constantly being qualified/disqualified in order to serve the interests of the (re)production of capital imposed by the agro-industrial complex and to meet international market requirements. While workers are being qualified/disqualified, they experience contradictory and confrontational processes in the social relations of production. Thus, understanding how integrated/cooperative families and agro-industry workers are educated to serve the interests of western Paraná’s agro-industrial capital is the general objective of this study. The study area comprises western Paraná, which is characterized by a strong agro-industrial presence in addition to significant trade and service sectors (which are partially focused on serving agroindustry demands). The research covers the period 1960–2010, which was exemplified by profound changes in the rural environment resulting from productive restructuring between capital and labor.

Palavras-chave


Educação; Trabalho; Precarização; Agroindústria / Education; Work; Precariousness; Agro-industry

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1984-5537geo.v11i2.13442

    

Indexadores:
         

        

 

GeoTextos.
ISSN eletrônico: 1984-5537/ISSN impresso: 1809-189X