PARA QUE NÃO EXISTAM MAIS RENATAS: A contemporaneidade do trabalho doméstico remunerado brasileiro, transformações e impasses

Luísa Maria Silva Dantas

Resumo


Por meio da narrativa biográfica e a trajetória social de uma trabalhadora doméstica baiana, este artigo visa analisar a contemporaneidade do trabalho doméstico remunerado brasileiro, algumas transformações e impasses, mais especificamente vividas e elaboradas por Renata na cidade de Salvador. Recentemente foi aprovada no Brasil a Lei 150/15, que visa equiparar os direitos das domésticas aos demais trabalhadores urbanos; também identificamos o surgimento de políticas públicas voltadas à categoria, como o condomínio 27 de Abril em Salvador/BA (2012), com intensa participação do sindicato da Bahia e da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas. Então, a proposta deste artigo é relacionar eventos recentes que podem representar avanços no que tange às condições de vida e trabalho de domésticas baianas, mas que atuam em simultaneidade a dificuldades novas ou mais antigas da categoria.



Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.