A EDUCAÇÃO SUPERIOR E AS POLÍTICAS DE IGUALDADE DE GÊNERO: experiências no Brasil e em Portugal

Roxade de Alencar Irineu, Amanda Marques de Carvalho Gondim, Isabel Menezes

Resumo


Este artigo objetiva compreender a percepção de docentes do ensino superior em saúde do Brasil e de Portugal sobre a educação no assunto desigualdade de gênero. O estudo comparado de natureza qualitativa foi realizado com aplicação de entrevistas com 7 docentes, de ambos os sexos, de Instituições de Ensino Superior do Brasil (Universidade Federal de Sergipe) e de Portugal. Os resultados apontam para uma invisibilidade de uma diferença entre os gêneros e consequente relações de poder como resquícios de um passado recente. Conclui sobre a necessidade em se desenvolver maiores discussões desse tema no ensino superior em saúde nos dois países, por ser a educação superior um espaço privilegiado para desconstruções e mudanças de paradigmas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.