HELIO AGUINAGA, A IMPRENSA E A REGULAÇÃO DA FECUNDIDADE NO BRASIL (1970-1980)

Andrea Moraes Alves

Resumo


O tema da regulação da fecundidade no Brasil ocupou o centro das preocupações políticas entre os anos 1970 e 1980. Nesse período, o problema do crescimento demográfico em países pobres era apontado como uma das principais causas de permanência do subdesenvolvimento. Para combater esse mal, a solução apresentada era a contenção do número de nascimentos no país. O debate público sobre o que fazer e como tratar esse assunto mobilizou diversos atores sociais. A Imprensa ocupou lugar importante na divulgação e elaboração do tema. Esse artigo dedica-se a abordar a presença nos grandes jornais dos anos 1970 e 1980 (Jornal do Brasil e O Globo) do tema da regulação da fecundidade, especialmente da esterilização feminina. Nesses veículos, o espaço das colunas de opinião e das notícias será ocupado por um ator importante, o Dr. Helio Aguinaga. Médico ginecologista, O Dr. Helio Aguinaga dirigiu o Centro de Pesquisas e Atenção Integrada à Mulher e à Criança, instituição que promoveu o acesso à contracepção cirúrgica no Rio de Janeiro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.