Em práticas pedagógicas e investigativas... a surpresa

Mitsi Pinheiro de Lacerda

Resumo


O artigo convida à reflexão sobre a ocorrência da “surpresa” em meio a práticas investigativas e pedagógicas. São apresentadas narrativas de eventos em cotidiano escolar, os quais contribuem para a compreensão da “surpresa” como ponto de bifurcação que desenfreia convicções, abala certezas e delineia outras trajetórias. A “surpresa”, neste texto, é tomada como emoção a partir da qual algo se inicia, favorecendo a produção de conhecimentos. Colada ao acaso e ao outro, a surpresa não se revela a partir de prescrições, fazendo com que agendas investigativas e planejamentos didáticos incorporem a imprevisibilidade e a alteridade. Diferente da surpresa que implica em uma “dívida”, a autora reflete acerca da surpresa que provoca uma “dúvida”. Marcada pela imprevisibilidade, desencadeia uma emoção que se constitui no encontro inesperado com aquilo que ainda não havia sido percebido, convidando à criação e fazendo com que a breve interrupção se inscreva como continuidade. Conclui afirmando que práticas investigativas e pedagógicas são acometidas pela surpresa, uma espécie de “assombro” a partir do qual um ato criativo se inicia por meio da compreensão e percepção de novas possibilidades.

Palavras-chave


cotidiano escolar; prática pedagógica; pesquisa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/2317-1219rf.v4i2.8260

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994