A atuação da escola diante da violência: significados construídos pelos alunos de uma escola pública

Liliane Alves da Luz Teles, Maria Virgínia Machado Dazzani, Marilena Ristum

Resumo


A violência é um fenômeno eminentemente social e só pode ser compreendida levando em consideração o contexto no qual se manifesta. No caso da violência na escola, existem particularidades históricas, culturais e sociais que a caracterizam. Isso pode ser observado tanto na sua produção, quanto nos significados relacionados às estratégias de enfrentamento adotadas. Considerando isso, este estudo teve como objetivo compreender como os alunos de uma escola pública significam a violência, como percebem as medidas adotadas para o seu enfrentamento e quais as suas expectativas em relação a essas ações. Através da análise dos relatos de um grupo de estudantes, podemos perceber que a escola é um campo potencial de construção de estratégias efetivas contra a violência. Uma reflexão acerca dos dados analisados induz à conclusão de que estratégias de enfrentamento da violência deve envolver efetiva mobilização institucional com um planejamento participativo e democrático que acolha os diversos atores sociais.

Palavras-chave


Violência; Escola; Estratégias de Enfrentamento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/2317-1219rf.v3i1.6256

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994