A educação e a cidadania na era das redes infocomunicacionais

Tomás Patrocinío

Resumo


O acesso às novas tecnologias infocomunicacionais, que se têm vindo a universalizar, afirma-se como uma necessidade sempre prioritária e renovada, quer na escola quer em todos os espaços exteriores à escola. Esse é o modo das vivências educativas na contemporaneidade estarem consentâneas com as lógicas da sociedade tecnológica digital globalizada. Esta visão é válida para crianças, adolescentes e adultos. No entanto, para além da questão do acesso, coloca-se a questão da qualidade das utilizações dessas novas tecnologias numa sociedade que evolui, “encurtando” o espaço e “acelerando” o tempo, proporcionando cada vez mais a percepção e experimentação do glocal1, da compreensão das interdependências, colocando a cidadania no centro das atenções educativo/formativas e, como tal, criando condições favoráveis à afirmação da visão ontológica da cidadania. As redes digitais em geral, sobretudo a internet (como rede das redes de informação e de comunicação e como metamedium no qual convergem todos os meios digitais), apelam a que das mesmas se faça uma utilização operativa e reflexiva de elevada qualidade, valorizando as oportunidades de aprendizagem e de participação mas ponderando também os riscos. Isso exige a produção de novas competências organizativas, cognitivas, éticas e relacionais, em termos institucionais e pessoais, as quais se constituem como grandes desafios educativos/formativos, dentro da escola (campo pedagógico concreto) e fora da escola (campo educacional informal), pois a tecnologia não é um protagonista autónomo nem neutro, isto é, o fenómeno das novas tecnologias na nova sociedade emergente, como nas sociedades anteriores, não é exterior ao homem.

Palavras-chave


internet; cidadania, redes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/2317-1219rf.v14i15.3287

Revista entreideias: educação, cultura e sociedade, desde 2012. ISSN: 2317-1219 (online)
www.entreideias.ufba.br
Antiga Revista da FACED, desde 1994